31/10/2012

Greve na CP

Os comboios da CP estarão parados durante o feriado de amanhã.

As organizações sindicais fizeram um pré-aviso de greve para o feriado de Todos os Santos que irão afectar comboios de Norte a Sul do país, em todas as unidades de negócio.
Os primeiros efeitos fazem-se sentir hoje a partir do final do dia, prolongando-se até ao final da manhã de sexta-feira. Todavia, foram decretados os seguintes serviços minimos pelo Tribunal Arbitral:

29/10/2012

Greve trabalhadores da STCP

Os trabalhadores da STCP iniciam amanhã um periodo de greve entre as 8h e as 16h contra o alegado incumprimento do Acordo Colectivo de Trabalho.

Os funcionários da empresa protestam contra a redução dos valores das horas extraordinárias, com a redução do número de efectivos que se tem verificado nos últimos meses, e que o Orçamento de Estado para 2013 prevê reduzir em mais 20% do total dos colaboradores. Em cima da mesa dos protestos, a pretenção da Tutela em concessionar a empresa como prevê o Plano Estratégico dos Transportes.
Durante o periodo da greve, os títulos da STCP são válidos no Metro e CP dentro das respetivas zonas.

11/10/2012

Carruagens do Metro do Porto sobrelotadas

O Metro do Porto opera seis linhas em sete concelhos da Área Metropolitana do Porto, e uma rede com mais de setenta quilómetros de extensão.
Diariamente são transportadas mais de duzentas mil pessoas. A empresa tem ao serviço cento e dois veículos. Certas viagens são realizadas em composições duplas, outras em composições simples. Mesmo assim, nos três períodos das horas de ponta (manhã, hora do almoço e final da tarde), apesar dum reforço dos veículos ao longo das seis linhas, e apesar de circularem composições no tronco comum em média a cada dois minutos, muitas viagens são realizadas em veículos simples elevando ao limite a capacidade de transporte de passageiros.
O Metro conquista cada vez mais passageiros, pela sua rapidez e interoperabilidade com outros meios de transporte nos diversos concelhos de actuação, levam à exaustão a capacidade de transporte. Aumentam as reclamações por parte dos utentes, levando a empresa a reforçar as ligações. Todavia, é difícil circular no metropolitano quando circulam veículos simples em horas de ponta.

04/10/2012

Greve no Metro de Lisboa e Rodoviária Lisboa

Esta quinta-feira os trabalhadores do Metro de Lisboa irão parar entre as 06:00 e as 10:00 prevendo-se muitos transtornos na capital dado que, os comboios da CP também irão parar. Na Rodoviária de Lisboa, empresa que assegura transporte nos concelhos de Odivelas, Loures, e Vila Franca, os motoristas param por 24 horas, não restando grandes alternativas aos utentes destes concelhos na ligação a Lisboa.

02/10/2012

MoveAveiro cede 4 linhas à Transdev

A Transdev vai passou a explorar 4 linhas da MoveAveiro desde o dia 1 de Outubro.

A Câmara Municipal de Aveiro que tutela a empresa rodoviária estabeleceu uma parceria com a Transdev para a concessão de 4 carreira interurbanas e que abrangem as localidades de Cacia, Eixo, Mamodeiro e Nariz.
As carreiras exploradas passaram a denominar-se UrbAveiro, e os títulos de transporte mantêm-se, tendo sido criado um passe mensal que abrange quer as carreiras concessionadas à Transdev, quer as carreiras ainda exploradas pela MoveAveiro por um valor de 39,50€.
Para qualquer esclarecimento, os utentes deverão contactar a Transdev pela linha 234 423 513.

Por seu turno, a MoveAveiro reestruturou as restantes carreiras passando a designar-se:
  • LINHA 1 –> Aveiro – Solposto/Qtª do Torto (antiga Linha 1 e 8);
  • LINHA 2 –> Qtª Picado/Pedra Moura – Aveiro – Oliveirinha/Carregal
    (antiga Linha 5 e 7);
  • LINHA 3 –> Vilar – Aveiro – Qtã do Loureiro/Sarrazola (antiga Linha 3 e 4);
  • LINHA 4 –> Estação CP – Hospital/universidade (antiga Linha 6).

01/10/2012

Greve na CP

Vai ser uma semana marcada pela greve dos maquinistas da CP.

De segunda até quinta-feira os efeitos da greve vão-se sentir ao longo do dia nos serviços urbanos de Lisboa, Porto e Coimbra, Regionais e Inter-Regionais que irão afectar a circulação de comboios em cerca de 50% até quarta-feira, e 25% na quinta-feira. Os maquinistas realizam uma greve de 2 horas no inicio de cada turno que afectará igualmente cerca de metade das circulações nos serviços rápidos, e que culmina na sexta-feira com uma greve durante todo o dia.

As melhoras alternativas à greve da CP são:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search