24/06/2007

Fertagus oferece desconto de 50%


O comboio da Ponte 25 de Abril vai oferecer a todos os seus passageiros abaixo dos 18 anos descontos de 50% na aquisição de bilhetes simples entre 1 de Julho e 31 de Agosto. A iniciativa alargada também, aos utilizadores dos autocarros SulFertagus, tem como objectivo incentivar este segmento de passageiros a utilizar os transportes públicos, nomeadamente os serviços oferecidos pela aquela empresa a sul de Lisboa.

12/06/2007

SMTUC organiza actividades para a sensibilização do uso de transporte público









No próximo Sábado, dia 16 de Junho, vai realizar-se o Buspaper dos Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de
Coimbra, uma Prova Desportiva / Cultural do tipo “Ralipaper” ou “Pedipaper”, em que os participantes têm de efectuar
um percurso “Lúdico – Educativo” pela Cidade de Coimbra, deslocando-se de transporte público ou a pé. O itinerário é
dado através de pistas a serem descobertas pelos participantes, existindo ainda perguntas relativas aos locais
visitados e aos transportes públicos.

Este evento integra-se na Campanha de Promoção de Utilização do Transporte Público de Passageiros, que os SMTUC estão a
levar a efeito durante este ano, e destina-se preferencialmente aos Alunos dos 7.ºs e 8.ºs anos do 3.º Ciclo das escolas
do Concelho de Coimbra, acompanhados pelo respectivo Encarregado de Educação / Familiar Adulto, num total de mais de 100
elementos.

PROGRAMA

Sábado, dia 16 de Junho de 2007

09h00 – Concentração dos participantes nas instalações dos SMTUC na Guarda Inglesa, com Cerimónia de Acolhimento
de todos os intervenientes no evento.
09h30 – Saída dos 2 autocarros que distribuirão os participantes pelos 4 locais de início de prova.
10h00 – Partida da primeira equipa de cada um dos 4 locais de início de prova.
10h30 – Partida da última equipa de cada um dos locais de início de prova.
12h00 – Chegada da primeira equipa a cada um dos 4 locais de final de prova.
12h30 – Chegada da última equipa a cada um dos locais de final de prova.
12h45 – Partida dos 2 autocarros de transporte dos participantes desde os 4 locais de final de prova até às
instalações dos SMTUC na Guarda Inglesa.
13h15 – Almoço Convívio nas instalações dos SMTUC.
15h00 – Cerimónia de Distribuição de Prémios nas instalações dos SMTUC.

PRÉMIOS

A cada participante será distribuída “T-shirt” comemorativa do evento, prémio de presença e bilhete diário para poder
viajar nos transportes públicos durante todo o dia da prova.
Aos alunos melhores classificados serão oferecidos prémios especiais, como consolas de jogos e/ou leitores portáteis de
DVD, leitores de MP3, passes sociais “Junior” válidos para todo o ano lectivo 2007/2008.
A cada escola participante serão ainda entregues 4 bilhetes de acesso ao serviço "Funtastic".

texto extraído do site: www.smtuc.pt

Governo decide estudar alternativa à Ota

O Ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Mário Lino, anunciou que o Governo decidiu atrasar em seis meses o lançamento do concurso para o novo aeroporto da Ota, tendo igualmente determinado a elaboração de um relatório, por parte do Laboratório Nacional de Engenharia Civil, para proceder a uma análise técnica comparada das alternativas de localização Ota e na zona do Campo de Tiro de Alcochete. Esta deliberação surge na sequência do anúncio público sobre a entrega de um estudo, promovido pela CIP – Confederação da Indústria Portuguesa, ao Presidente da República, Cavaco Silva. De acordo com este estudo, o campo de Tiro de Alcochete, propriedade da Força Aérea Portuguesa, é uma opção a ter em conta para a nova localização do aeroporto internacional de Lisboa. O estudo em questão refere que, para além do custo da obra ser menor, a opção Alcochete tem menores impactos ambientais que a Ota. Mário Lino, referiu durante o colóquio parlamentar sobre novo aeroporto, que se realizou na Assembleia da República, que «o Governo entende que, nas actuais condições, o País não deve avançar para a construção do novo aeroporto na Ota sem fazer todos os esforços para verificar se essa é de facto, ou não, a melhor solução, de modo a procurar um consenso técnico e político tão alargado quanto possível».

texto extraído do site: www.transportesemrevista.com

Notícia JN (12/06/2007) - Empréstimo de 100 milhões alivia dificuldades da STCP


A STCP (Sociedade de Transportes Colectivos do Porto) contraiu um empréstimo de 100 milhões de euros para fazer face às dificuldades financeiras que atravessa. O negócio - um empréstimo obrigacionista organizado pelo Millenium BCP Investimento - teve o aval do Governo. "A operação destina-se a financiar investimento estratégico e a assegurar as necessidades financeiras decorrentes do processo de reestruturação em curso", informa um comunicado emitido pela empresa.

"Desta forma, a STCP obteve financiamento adicional a longo prazo, ajustado ao perfil dos seus investimentos, em parte cobertos por apoios de curto prazo", acrescenta o mesmo documento.

O valor do empréstimo obrigacionista não chega a metade do passivo total da STCP, contabilizado em finais do ano passado. Em 31 de Dezembro de 2006, a empresa tinha uma dívida de 246,8 milhões de euros (sendo que 118 milhões diziam respeito a facturas de curto prazo).

Com o apoio financeiro do Estado a revelar-se escasso (além de ser entregue tardiamente) e uma acção judicial interposta pela Câmara do Porto a colocar em risco grande parte do património da empresa, a STCP enfrenta uma situação muito difícil, conforme alerta o relatório de auditoria às Contas do exercício de 2006.

Alerta para a situação

"A continuidade da sociedade pode estar dependente, respectivamente, do desfecho favorável do processo judicial que lhe foi movido pelo Município do Porto e da obtenção de resultados positivos no futuro e das medidas que vierem a ser adoptadas pelo Estado, na sua qualidade de accionista único", lê-se, no referido documento.O alerta para hipótese de encerramento da empresa vem sendo repetido, há anos, nos sucessivos relatórios e contas.

"A tendência de aumento do passivo da empresa e a deterioração dos capitais próprios têm dado origem à referência da situação de capital próprio negativo nas ênfases pelos revisores oficiais de contas desde o ano 2000", sublinhara, já, a STCP.

Mais tempo para pagar

O empréstimo obrigacionista agora assumido garante "equilíbrio à estrutura do passivo financeiro e maior estabilidade aos financiamentos de longo prazo" da empresa. Será uma forma de aliviar os constrangimentos de curto prazo, até porque a operação contratada com o Milleniumbcp estende-se por um período de 15 anos. A STCP fica com mais tempo para pagar.

"Após uma consulta ao mercado financeiro com o objectivo de encontrar a melhor proposta para a emissão de dívida, a STCP recebeu mais de uma dezena de propostas, o que demonstra a relação de confiança e a reputação da empresa junto das instituições financeiras", elucida o comunicado de ontem.

"Analisadas as soluções apresentadas pelas instituições financeiras, a escolha recaiu sobre a emissão de obrigações, pela menor carga fiscal a incidir sobre este tipo de empréstimo. A operação, cuja liderança está entregue ao Milleniumbcp Investimento, com a melhor proposta recebida, concretizou-se no dia 5", acrescenta a STCP.

www.jn.pt

05/06/2007

Carris obtém certificação a mais 18 carreiras








A Carris obteve certificação com a norma NP EN 13816:2003 a mais dezoito carreiras. São elas:
5 (Estação Roma/Areeiro - Estação do Oriente);
16 (Praça de Chile Benfica);
17 (Praça de Chile - Fetais);
24 (Alcântara - Pontinha);
37 (Praça da Figueira - Castelo);
47 (Campo Grande - Pontinha);
48 (Marquês de Pombal - Linda-a-Velha);
76 (Algés - Cruz-Quebrada);
81 (Praça do Comércio - Prior Velho);
708 (Martim Moniz - Parque das Nações);
718 (ISEL - Amoreiras);
723 (Desterro - Algés);
726 (Sapadores - Pontinha);
729 (Bairro Padre Cruz - Algés);
738 (Quinta de Barros - Alto de Santo Amaro);
751 (Estação de Campolide - Linda-a-Velha);
755 (Poço do Bispo - Sete Rios);
e 759 (Restauradores - Estação do Oriente).
Esta certificação veio juntar-se às outras quatro carreiras certificadas em Fevereiro de 2006 (56 Olais - Praça das Indústrias, 60 Martim Moniz - Cemitério da Ajuda, 83 Amoreiras - Portela e Eléctrico 15 Praça da Figueira - Algés) , esperando vir a culminar-se com a certificação de mais carreiras ainda durante este ano.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search