30/10/2013

Semanas de greves nos transportes

transportes online
autocarro da STCP
Os próximos dias e semanas serão difíceis para os utilizadores dos transportes públicos, que enfrentarão várias greves nos transportes públicos.

Na quinta-feira dia 31 os trabalhadores do Metropolitano de Lisboa estarão em greve, prevendo-se que todas as estações estejam encerradas a partir das 23:30h de hoje, pelo facto de não terem sido decretados serviços mínimos. Em virtude desta paralização, a Carris irá reforçar as carreiras 726, 736, 744 e 746.

Na Soflusa haverá um plenário de trabalhadores que afetarão todas as ligações no período entre as 13:30h e as 18h. De 3 a 9 de Novembro, haverá uma paralisação de 3 horas por turno, que poderão coincidir com as horas de ponta sendo que, para estes dias o Tribunal Arbitral decretou serviços mínimos. Na Transtejo, onde à semelhança da Soflusa tinha sido decretado um período de paralisação de 3 horas por turno, o "protesto" foi entretanto desconvocado.

No Barreiro os trabalhadores da empresa municipal já confirmaram a paralisação para o dia 6, que deverá ser de 24 horas. Na Refer, foi marcada igualmente uma greve de 24 horas que deverá afetar as ligações da CP e da Fertagus.

No dia 7 será a vez da Carris, da STCP e da CP. Na Carris a está marcado um plenário de trabalhadores para o período entre as 9:30h e as 15:30h. Na STCP, o mesmo deverá acontecer entre as 8h e as 16h. Na CP a greve será de 24 horas em todos os serviços, tendo sido marcados os seguintes serviços mínimos para os dias de greve:

No dia 8 de Novembro, quando está agendada uma manifestação da função pública, os trabalhadores afetos às várias empresas municipais de transportes como Coimbra e Braga, também deverão fazer greve, afetando os diversos serviços destas empresas.

No dia 9 está prevista uma manifestação geral dos trabalhadores da área dos transportes.

No Metro do Porto não haverá qualquer greve, devendo estar completamente normalizada a operação.

Para o dia 19 e 21, está marcada uma paralisação parcial dos trabalhadores do Metro de Lisboa entre as 5:30h e as 9:30h. Não foram decretados serviços mínimos.
No dia 25 os trabalhadores da Transtejo voltam a parar para uma greve de 24 horas, desconhecendo-se se existirão serviços mínimos.
A greve da CP e Soflusa marcadas para o dia 26 acabaram por serem desconvocadas.
Também no dia 26 os trabalhadores da STCP param para plenário entre as 8h e as 16h.
No dia 28 nova paralisação parcial do Metro de Lisboa entre as 5:30h e as 9:30h.

25/10/2013

Ligação da Transtejo para o Montijo muda para o terminal do Terreiro do Paço

transportes online
As ligações fluviais entre Lisboa e o Montijo retornam ao terminal do Terreiro do Paço a partir do dia 26 de Outubro.

Depois de realizadas obras de melhoramento do terminal do Terreiro do Paço, as ligações da Transtejo entre Lisboa e o Montijo regressam ao Cais do Terreiro do Paço abandonando assim a ligação ao Cais do Sodré, que se mantém como Cais de ligação entre Lisboa e Cacilhas, e Lisboa e o Seixal.
A Transtejo garante que os horários e frequências se mantêm, e realça que o terminal do Terreiro do Paço proporciona uma melhor ligação à linha azul do metro, e à rede de autocarros.

16/10/2013

Multa nos transportes passa a ser considerada infração fiscal

transportes online
autocarro da Carris
As multas passadas nos transportes para quem viaja sem título de transporte válido, passa a ser considerada infração fiscal com o Orçamento de Estado para 2014.

Esta era uma exigência antiga dos operadores de transporte, e vincada recentemente pelas Autoridades Metropolitanas de Transportes de Lisboa e Porto. As empresas do sector "queixavam-se" das multas passadas pelos agentes de fiscalização acabarem por serem arquivadas, exigindo que passasse a ser automaticamente considerada fiscal, podendo deste modo, serem alvo de penhora em caso de má cobrança.
Com o Orçamento de Estado para 2014 que aplica esta regra, os operadores alvo das fraudes ficam com a garantia de receber 20% do total destas multas, sendo que 5% será entregue aos reguladores, 35% para a Autoridade Tributária, e os restantes para os cofres do Estado.

14/10/2013

Greve no Metro de Lisboa suspensa

transportes online
Foi suspensa a greve de 24 horas marcada para esta terça-feira no Metro de Lisboa, e que iria afetar os utentes já hoje a partir das 23h.

O decreto de serviços mínimos por parte do Tribunal Arbitral, que obrigava à circulação de 25% das composições, para além de ter de ser assegurada a presença a 100% dos agentes de tráfego, que na prática, segundo a Fectrans, obrigaria à presença de mais de 60% dos trabalhadores do Metro. Desta forma, este Sindicato decidiu suspender a greve, por um "dia de luto" em que recomenda aos trabalhadores o uso de uma faixa preta.

STCP disponibiliza widget para desktop que permite saber quando chega o autocarro

transportes online
A STCP passou a disponibilizar um widget para desktop que permite saber em tempo real a chegada dos autocarros a uma determinada paragem.

À semelhança da informação disponibilizada pelo serviço "SMSBus", e no site da empresa, agora é possível de uma forma direta obter informação horária das linhas de autocarros diretamente no desktop do computador. O widget permite adicionar as paragens favoritas para saber diretamente o tempo para a chegada dos autocarros.
A versão vai estar em testes durante esta semana, e será lançada em definitivo na próxima semana.

Faça aqui o download!


04/10/2013

Greve no Metro de Lisboa nos dias 8 e 15 de Outubro

transportes online
O Metro de Lisboa deverá estar encerrado ao público entre as 23:30h de 2ª-feira e a 1:30h de 4ª-feira na sequência de uma greve decretada por alguns sindicatos representativos dos trabalhadores da empresa.

Segundo informações prestadas pela empresa, não foram decretados serviços mínimos, prevendo-se o encerramento de todas as estações.
Algumas carreiras da Carris deverão ser reforçadas de forma a minimizar o efeito da greve.

O Metro ficará condicionado logo a partir das 23:30h de segunda-feira 14, até à 1:00h de quarta-feira 16. Porém, na terça-feira 25% das composições estarão a funcionar ao longo das quatro linhas devido ao decreto de serviços mínimos pelo Tribunal Arbitral. No dia 14, o Metro encerra às 23:30h reabrindo na terça às 7:30h. O intervalo de circulações será entre 15 e 30 minutos, sendo que na terça-feira encerra às 22:30h, voltando a abrir na quarta-feira às 6:30h.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search