15/07/2014

easyJet abre base no Porto em 2015

youtube.com/ipsisnet
A easyJet anunciou a abertura de uma base aérea no Aeroporto Francisco Sá Carneiro na primavera de 2015.
A companhia britânica de baixo custo vai abrir a 25ª base aérea, a segunda em Portugal depois de ter inaugurado uma base aérea na Portela em 2012.
A easyJet que em Portugal opera em quatro aeroportos (Lisboa, Porto, Faro e Funchal), é a segunda operadora aérea logo depois da TAP, transportando anualmente cerca de 4 milhões de passageiros, dos quais 800 mil no Porto.
Para a abertura da base operacional no Porto, a easyJet vai investir cerca de 73 milhões de euros, que inclui a aquisição de dois aviões A320, e a abertura de novas rotas a anunciar já no mês de Setembro, e criar cerca de 80 postos de trabalho diretos.

Concessão dos transportes de Lisboa avança em Setembro

facebook.com/transportesonline
autocarro da Carris
O governo avança em Setembro com a concessão dos transportes em Lisboa: Carris, Metro de Lisboa, Transtejo e Soflusa.

Sérgio Monteiro, Secretário de Estado dos Transportes, garantiu ontem que o concurso público para a subconcessão das empresas de transportes de Lisboa avança em Setembro, depois do concurso para os transportes do Porto (STCP e Metro) que será lançado este mês.
O governante refere, que depois de consultado os vários interessados, o governo decidiu avançar com o concurso em Lisboa depois do Porto pelo facto das empresas que mostraram interesse em concorrer à subconcessão disporem de poucos recursos para concorrerem à gestão das várias empresas ao mesmo tempo.
De fora por enquanto, ficam as concessões das linhas suburbanas da CP de Lisboa e Porto.
O governo estima concluir o processo de subconcessão até Janeiro do próximo ano.

CP Porto lança bilhete para a praia

youtube.com/ipsisnet
A CP Porto acaba de lançar um bilhete válido para sete dias, que se destina a todos veraneantes que frequentam as praias de Gaia e Espinho.
A solução que a CP disponibiliza destina-se a todos quantos procuram uma solução prática e económica para um curto período de tempo, e que permite viajar de forma ilimitada durante sete dias.
Durante o Verão, os portadores da assinatura mensal estudante: 4_18 e sub_23 terão um desconte de 25% ajuntar aos 25% de desconto que o título já confere.

04/07/2014

Metro do Porto vai funcionar continuadamente aos fins-de-semana

youtube.com/ipsisnet
O Metro do Porto vai funcionar de forma contínua nas vésperas de sábados, domingos e feriados durante os meses de Verão. A iniciativa preparada em conjunto com a Câmara Municipal do Porto prevê que o metro venha a funcionar ininterruptamente nas vésperas de sábados, domingos e feriados de forma a diminuir o trânsito na Invicta e diminuir a taxa de acidentes que se registam nestes períodos.
O Metro deverá funcionar de forma contínua com frequências de passagem de 20 minutos na linha A (Sr. Matosinhos/Estádio do Dragão), e na linha D (Hosp. S. João/Santo Ovídio).
As restantes linhas deixam de operar como habitualmente à 1h.
A STCP que à data é o único operador de transportes a funcionar durante 24 horas no Grande Porto, poderá, em virtude do incremento da oferta do Metro neste período, a reestruturar a rede da madrugada, e até vir a reforçá-la para melhor articulação com o Metro nos sete concelhos onde actuam. Para além disso, passa a ser possível utilizar o serviço park&ride nas estações da Sra. da Hora e do Estádio do Dragão 24 horas por dia.
Esta iniciativa que por enquanto está em fase experimental, poderá ser alargada todo ano caso o resultado seja positivo.
O Metro do Porto vem juntar-se a 8 outras cidades em todo o mundo, como Nova Iorque, Barcelona e Viena com o mesmo tipo de serviço.

02/07/2014

Governo lança concurso para a subconcessão da STCP e Metro do Porto este mês

youtube.com/ipsisnet
O governo anunciou através do Ministério da Economia, a subconcessão das redes de transportes da STCP e Metro do Porto que deverá estar concluída até ao final do mês de Novembro.
O Estado opta pelo modelo de subconcessão em vez da concessão direta, o que implicaria pelas regras da União Europeia, dividir cada uma destas redes em três e concessioná-las em separado.
O Executivo optou todavia, por subconcessionar cada uma das empresas em separado, o que não impede porém, que haja candidatos a concorrerem à subconcessão das duas empresas, e que venham a ganhar ambas.
Recorde-se que a atual concessão do Metro do Porto termina no final do corrente ano, o que obriga o governo a preparar a nova subconcessão, aproveitando para lançar o dossier da subconcessão da STCP.
O processo segue-se com a subconcessão dos transportes de Lisboa nomeadamente, a Carris e o Metro, e também da Transtejo e da Soflusa.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search