30/04/2009

Passageiros com mobilidade reduzida com serviço alargado


A partir de 1 de Maio as carreiras nr. 70 (Serafina/Espaço Monsanto) e 782 (Cais do Sodré/Mscavide) da Carris passam a ter exclusivamente, servidas por veículos com capacidade para o transporte de passageiros de mobilidade reduzida. A primeira, serve directamente o Centro de Saúde de Sete Rios, a segunda faz a ligação entre os interfaces do Terreiro do Paço, Cais Sodré, Estação do Oriente e de Santa Apolónia.

Protecção para passageiros de autocarro e barco

A Comissão Europeia pretende equiparar os direitos dos passageiros de autocarro aos direitos de um passageiro de avião. O projecto de regulamento deverá ser aprovado conjuntamente pelo Conselho e pelo Parlamento Europeu. Caso tal se verifique a Comissão Europeia quer que o regulamento respeitante aos autocarros seja aplicado em todos os países membros no prazo de um ano.
A normativa prevê direito a indemnização em caso de atraso de mais de duas horas à chegada ou à partida do autocarro e obriga a empresa a propor serviços alternativos e em horários semelhantes ao passageiro, mesmo se for um serviço de outra empresa. Caso o passageiro não aceite, tem direito à reposição total do valor do bilhete. Se a empresa não apresentar uma alternativa equiparável, o passageiro tem direito a 150 por cento do valor do bilhete. Em caso de danos ou perda de bagagem, a normativa estipula uma indemnização que poderá atingir os 1.800 euros.
O seguro de viagem é outra das obrigações previstas pelo regulamento, com a empresa a ser obrigada a pagar um valor proporcional aos danos sofridos pelo passageiro. Em caso de morte, a indemnização poderá chegar aos 21.000 euros por passageiro. O regulamento exclui as empresas destas obrigações se a causa do acidente for alheia ao serviço. Da mesma forma, os deputados também pretendem que sejam excluídos desta legislação os transportes urbanos, suburbanos e regionais.

in: www.transportesemrevista.com de 30 Abr/09

23/04/2009

Transdev quer adjudicar Carris


A Transdev, grupo francês de transportes com operações em Portugal no sector rodoviário, e com operação do Metro do Porto, prepara-se para investir mais dinheiro em Portugal e criar cerca de 500 postos de trabalho.
Segundo Joel Leberton responsável da empresa, a Transdev irá concorrer para assegurar a operação do Metro do Porto no periodo 2010-2015, ligação ferroviária para a terceira travessia do Tejo, e ainda a operação da Carris, num investimento total a rondar os 11 milhões de euros.

17/04/2009

STCP no vermelho


A STCP, de acordo com o relatório de contas de 2008 apresentado ontem, aumentou o passivo em 28,2 milhões de euros, para um total de 305 milhões.
Segundo a empresa, o aumento do passivo deve-se ao acréscimo da divida contraída, e ao aumento das taxas de juro.
Quanto ao número de passageiros transportados, a empresa teve um aumento de 2 milhões de passageiros face a 2007, tendo transportado 111 milhões de pessoas.

14/04/2009

Troleicarros terão aparência de metro

Com arranque programado para 2010, o metro ligeiro de superfície do concelho da Amadora é totalmente inovador. Os carris serão substituídos por rodas, como os troleicarros de Coimbra, mas o aspecto será o de um metro.
Veículos idênticos circulam já noutros países, mas em Portugal é a primeira vez que a ideia ganha forma. O impulsionador foi o vereador Gabriel Oliveira. "Será o transporte do futuro. A única diferença é que o metro ligeiro tem carril e este tem rodas", adiantou, ao JN, lembrando que o veículo eléctrico é capaz de vencer declives mais acentuados do que um comboio e em caso de acidente não fica restringido aos carris podendo seguir viagem.
"Esta solução é entre 10 a 15 vezes mais económica do que o metro ligeiro e não está dependente da topografia do terreno", realça Gabriel Oliveira, sem querer adiantar a forma de apresentação do metro da Amadora que, apesar de já escolhida, é por enquanto secreta.
A linha entre a estação do Metropolitano de Lisboa Amadora-Este e a futura estação da Reboleira, passando por Venda Nova, Falagueira, Mina, São Brás e Brandoa, não será custeada pela autarquia. O investimento entre os sete e os 11 milhões de euros será totalmente privado, nomeadamente do Dolce Vita Tejo, o novo centro comercial que irá abrir no dia 7 de Maio.
Em caso de sucesso, o metro prolongar-se-á aos concelhos de Odivelas e Loures, estando já prevista uma segunda fase de extensão ao centro da Amadora e ao Hospital Fernando da Fonseca.
A terceira etapa prevê a continuação da linha até Oeiras e Algés.
O plano merece o aplauso da Associação Portuguesa dos Entusiastas por Troleicarros. "Em Portugal, há um manifesto desconhecimento", lamenta Emídio Gardé, explicando que os autarcas preferem inaugurar sistemas de metro a autocarros com aspecto "velho".
O entusiasta dá o exemplo de Almada, onde o dinheiro gasto no metro Sul do Tejo (390 milhões de euros) daria para comprar o dobro dos veículos e implementar uma rede de tróleis de 250 quilómetros.
"Teríamos tróleis pelas linhas todas de Almada e para ir a Setúbal e vir", realça, frisando que a viagem também ficaria mais barata para o passageiro.
Questionada sobre o assunto, a Câmara Municipal de Almada disse, ao JN, que a hipótese de implantar no concelho uma rede de troleicarros não foi ainda ponderada.

in: jn.sapo.pt secção "Lisboa" de 14 Abr/08

12/04/2009

Madrid - ida e volta por 47 Euros

Desde o mês de Março que passou a ser possível adquirir bilhetes a partir de 23 euros e 45 cêntimos para a viagem ferroviária entre as capitais Ibéricas, no Trenhotel Lusitânia. Estes bilhetes, denominados Tarifa WEB - 60% de desconto - podem ser apenas adquiridos no site Venta On Line da Renfe-operadora e com uma antecedência de duas semanas. Se se comprar com uma semana de antecedência, será aplicada a Tarifa Estrella - 40% de desconto - pelo que a viagem poderá ficar por 35,10 EUR.
À excepção da Gran Clase, todas as classes do comboio Lusitânia oferecem esta gama de descontos. Além de Lisboa e Madrid, este comboio efectua as seguintes paragens intermédias: Oriente, Entroncamento, Abrantes, Marvão-Beirã, Valencia de Alcântara, San Vicente de Alcântara, Cáceres, Navalmoral de la Mata e Talavera de la Reina.
Por enquanto não é possível adquirir viagens com tarifas promocionais para os percursos intermédios. Mas comprando para o percurso completo acaba por compensar na grande maioria das deslocações.
Com estas novas tarifas, será possível passar uma jornada inteira em Madrid por apenas 46,90 EUR para os passageiros que entrem nas estações de Lisboa Santa Apolónia, Oriente, Entroncamento, Abrantes ou Marvão-Beirã.
Se o destino final for uma estação servida por comboios da unidade Renfe Larga Distancia (comboios de longo curso tanto AVE como convencionais), o passageiro poderá igualmente adquirir no site da Renfe-Operadora viagens com o mesmo tipo de descontos.
O Lusitânia Trenhotel tem saída de Lisboa Santa Apolónia diariamente pelas 22h30 e de Madrid Chamartín pelas 22h25 (hora local).

in: www.transportes-xxi.net/noticias/1325 de 12/Abr/08

04/04/2009

Ryanair com novas rotas a partir de Faro

A Ryanair lançou duas novas rotas a partir do aeroporto de Faro.
Bornemouth no Reino Unido, e Bremen na Alemanha, reforçam a oferta de voos da companhia de baixo custo irlandesa, a partir do Algarve.
Através do portal da operadora, é possivel adquirir bilhetes para estes novos destinos, a partir dos cinco euros, incluíndo taxas.

01/04/2009

Primeiro-ministro prepara-se para suspender traçado de alta velocidade

De acordo com o site transportesemrevista.com, o primeiro-ministro prepara-se para anúnciar a suspensão do traçado de alta velocidade Porto/Lisboa, e Lisboa/Madrid.
O governo terá consultado especialistas estrangeiros, e concluído, que o novo aeroporto de Lisboa deveria ser servido directamento pela alta velocidade. Até ao momento estava previsto a construção de um shuttle entre a estação do tgv e o aeroporto.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search