31/12/2016

O ano 2016 em revista

Janeiro

7: Governo aprova em Conselho de Ministros reversão da subconcessão dos transportes de Lisboa e Porto, e nomeia nova administração da Transportes de Lisboa;
  • 14: TAP anuncia que a PGA passará a chamar-se TAP Express;
  • 20: Governo nomeia nova administração para Metro do Porto e STCP.
Fevereiro

  • 2: Câmara de Aveiro aprova concessão da MoveAveiro à Transdev; 
  • 6: Governo chega a acordo com a Atlantic Gateway para readquirir 11% capital da TAP;
  • 11: Governo aprova em Conselho de Ministros alteração do nome do Aeroporto de Lisboa para Aeroporto Humberto Delgado;
  • 16: Administração da STCP e Metro do Porto aprova anulação dos contratos de subconcessão das duas empresas;
  • Governo anuncia intenção de municipalizar a gestão da Carris e STCP. 
Março
  • Aeroporto Francisco Sá Carneiro considerado o 3º melhor da Europa;
  • CP Longo Curso e Rede Expressos lançam novas campanhas de descontos na venda antecipada online;
  • 27: TAP inicia ponte aérea Lisboa «» Porto com 18 ligações diárias em cada sentido.
Abril
  • 13: Inaugurada estação de metro da Reboleira da linha azul do Metro de Lisboa.
Maio
  • 1: CP alarga serviço Alfa Pendular à cidade de Guimarães; 
  • 2: Linha 60 da A. Nogueira da Costa, Lda. integrada na rede Andante;
  • Metro do Porto lança novo site;
  • 13: CitiExpress inicia ligação Porto-Lamego;
  • 21: Realizou-se 26º Desfile de Elétricos do Porto;
  • Governo e consórcio Atlantic Gateway assinaram memorando para a recompra de 16% do capital da TAP pelo Estado português.
Junho

  • 6: Agentes Payshop deixaram de carregar títulos Andante e CP Porto;
  • 9: Terceira edição do Move Porto, metro em funcionamento durante toda a noite nas vésperas de feriados, sextas e sábados.
Julho
  • 4: TCB: carreiras 1 e 2 prolongadas ao concelho da Moita;
  • 7: Câmara de Cascais lança plano de mobilidade integrado.
Agosto

  • App Mytaxi foi alargada a Setúbal, Mafra, Guimarães, Torres Vedras, Vila Fanca de Xira e Ilha da Madeira.
Setembro
  • 1: TAP inicia venda de bilhetes "low cost" para destinos europeus e de norte de África, em vôos a realizar a partir de 1 de Outubro;
  • Carris, Metro e CP lançam bilhete turístico Travelling all Lisboa, válido por 24 horas em toda a rede dos 3 operadores;
  • Carris, Metro e Transtejo lançam bilhete turístico Travelling Cacilhas, válido por 24 horas em toda a rede Carris e Metro e nas ligações entre o Cais do Sodré e Cacilhas;
  • 20: Rodoviária passa a permitir o transporte gratuito de bicicletas em 18 carreiras;
  • 22: Inserido nas Comemorações da Semana Europeia da Mobilidade, as operadoras da região de Lisboa oferecem o mês de passe grátis a novos e antigos clientes que adquiram um passe mensal;
  • 23: Serviço wifi da STCP passou a estar disponível em todos os concelhos onde a STCP opera;
  • 29: Governo aprova transferência da gestão da STCP para 6 municípios onde opera;
  • 30: "Rabelas": é inaugurado serviço de taxi fluvial entre as margens do Porto e Gaia.
Outubro
  • 1: Andante passa a contemplar 22 novas linhas;
  • Rodoviária de Lisboa inicia campanha de descontos nas tarifas de bordo;
  • 13: CP lança app mobile;
  • 17: Fertagus lança campanha a alertar para importância dos passageiros viajarem com pequeno-almoço tomado;
  • 25: Governo lança concurso para financiamento na aquisição de autocarros amigos do ambiente por empresas privadas.
Novembro
  • 15:Carris inicia teste de sistema anti fraude na carreira 711;
  • 21: Governo assina com a Câmara de Lisboa Memorando de passagem do capital da Carris para o município.
Dezembro

  • 30: governo nomeia novas administrações da Carris, Metro de Lisboa, Transtejo e Soflusa.


Transportes de Lisboa e Porto com reforço na passagem de ano

facebook.com/transportesonline
paragem STCP
Transportes do Porto

Como tem sido habitual o metro do porto tirar funcionar durante toda a noite de 31 de Dezembro para 1 de Janeiro todas as linhas de funcionamento concessão da linha a linha que serve o Aeroporto.
Quanto à STCP terá um incremento da oferta de autocarros das habituais linhas noturnas, e as linhas diurnas 200, 600, 700 e 800 estarão em funcionamento durante toda a noite, que representa um aumento da oferta em cerca de 3 mil lugares por linha em cada hora. 
Já a CP por seu turno, na rede de urbanos do Porto tem comboios especiais até às 5:30h da madrugada de dia 1.

Transportes de Lisboa

Em Lisboa, na linha de Sintra partem comboios do Rossio à 1:03h, 2h, 3h, 4h e 5h. Na linha de Cascais, partem comboios do Cais do Sodré às 2h, 3h e 4h.
o Metro de Lisboa pela primeira vez disponibiliza um serviço em continuo para as festividades na Praça de Comércio, mas a oferta apenas está limitada à linha azul, e às estações da Pontinha, Colégio Militar, Jardim Zoológico, Praça de Espanha, Marquês, Restauradores, Baixa do Chiado e Santa Apolónia. Na linha Verde, com excepção da estação de Arroios que encerra às 21h, circulam 6 composições por comboio. No entanto, a linha Verde, tal como a Amarela e Vermelha encerram à 1h.

30/12/2016

Governo nomeia novos administradores dos transportes de Lisboa

O governo designou hoje os novos administradores para as empresas de transportes de Lisboa, que a partir de 1 de Janeiro voltam a ter administrações autónomas.

facebook.com/transportesonline
Para liderar o Metropolitano de Lisboa, o Ministério do Ambiente designou Vítor Domingues dos Santos, sendo acompanhado por Luís Barroso e Maria Helena Casco Campos que transitam da anterior administração, e ainda Rui Ferreira Dinis.
Para liderar o Grupo Transtejo, da qual faz parte a Soflusa, foi escolhida Marina Ferreira, sendo acompanhada por Sara Murta Ribeiro e José Bagarrão.
Para a Carris, cuja propriedade passa para as mãos da Câmara de Lisboa assim que o Decreto-Lei aprovado pelo governo no dia 22 de Dezembro e promolgado hoje pelo Presidente da República, seja publicado em Diário da República, foi escolhido, em articulação com a edilidade lisboeta, Tiago Farias que até agora liderava a holding Transportes de Lisboa, que para além da Carris integrava ainda Metro, Transtejo e Soflusa. José Realinho de Matos, e António Domingues Pires farão parte da nova administração da Carris.
A 1 de Fevereiro a Câmara de Lisboa assume a plenitude da gestão da Carris.

26/12/2016

Aveiro tem nova rede de transportes a partir de Janeiro

A partir de 1 de Janeiro, a cidade de Aveiro contará com uma nova rede de transportes sob a marca Aveiro Bus, em substituição da empresa municipal Moveaveiro.

Operada pela Transdev, entidade que ganhou a concessão do transporte rodoviário e fluvial da cidade, a Aveiro Bus apresenta uma nova rede de transportes urbanos dividida em circuitos urbanos, interurbanos, longo curso e transporte fluvial. Para isso, a Transdev procedeu integralmente à reformulação dos percursos que a partir de 1 de Janeiro entra em operação, pela aquisição de novos autocarros mais modernos, amigos do ambiente, com informação sonora e display de aviso de “próxima paragem”, e adaptadas a passageiros com mobilidade reduzida. Ao todo, foram adquiridas 24 viaturas, das quais 21 autocarros standards e 3 minibus, que vão circular em 13 linhas, num total de 219 viagens por dia. Todas as paragens terão informação de percurso e horários das linhas, bem como indicação do sentido da marcha, e código Collor ADD, para daltónicos.
Quanto ao transporte fluvial, vai-se manter 1 ferry e 2 lanchas que vão fazer 26 ligações por dia.
A tudo isto, já está disponível uma app para telemóvel, que permitirá, com base na localização, conhecer as paragens mais próximas do local, bem como horários e percursos.

A partir de dia 28, quem possuir títulos de transporte da Moveaveiro e linhas Transdev poderá trocar gratuitamente pelos novos títulos da Aveiro Bus. A partir dessa data, terá um custo de 5€. Quanto aos títulos pré-comprados da Moveaveiro, só serão válidos até ao próximo dia 31 de Dezembro, mas podem ser trocados pelos títulos pré-comprados da Aveiro Bus até dia 31 de Janeiro. 

Conheça tudo sobre a nova rede de transportes de Aveiro aqui, ou pelo 234 322 322!

22/12/2016

Empresas de transportes vão voltar a cobrar multas

facebook.com/transportesonline
Até ao final do primeiro semestre de 2017, as empresas de transporte vão voltar a cobrar multas de transportes.
Em Janeiro de 2014, a Autoridade Tributária (AT) passou a estar incumbida de efetuar as cobranças de multas passadas pelas empresas de transporte. Mas dificuldades operacionais da AT, tem atrasado o processamento das cobranças. Em apenas 3 anos, aproximadamente 51 milhões de euros no universo das empresas públicas estão por cobrar. O governo quer por isso, devolver a cada empresas de transporte a faculdade de cobrar as respetivas multas, sempre que os passageiros multados queiram de forma amigável liquidar a respetiva multa. Por decidir está a entidade que ficará responsável por cobrar as multas coercivas. Em cima da mesa está a possibilidade de continuar a ser a AT responsável pelo cobro das multas, ou o Instituto da Mobilidade dos Transportes Terrestres (IMTT), entidade que até 2014 competia a cobrança coerciva das multas, ou ainda uma outra entidade.
O objetivo do governo passa por encontrar um modo mais rápido e eficaz de recuperar o dinheiro das multas de transporte, e suprimir ideia de impunidade dos utentes incumpridores.

20/12/2016

Transportes aumentam 1,5% em Janeiro

facebook.com/transportesonline
O governo decretou um aumento de 1,5% no preço dos transportes já a partir de Janeiro.
Desde 2014 que não se registavam aumento do preço nos transportes, mas o governo garante que esta atualização não trará maiores encargos para os utentes, dado que os contribuintes passarão a poder deduzir 100% do IVA do valor pago pelos passes mensais.
A partir do ano letivo 2017/2018 os estudantes de todo o país, até aos 23 anos vão ter um desconto de 25% na aquisição de assinatura mensal. Até agora esse desconto apenas era válido nas Áreas Metropolitanas de Lisboa e Porto.

16/12/2016

Andante alargado a toda a Área Metropolitana do Porto

Munícipios que integram a Área
Metropolitana do Porto. Foto: AMPORTO
O Andante vai ser alargado aos 17 municípios toda a Área Metropolitana do Porto já em Janeiro. A notícia foi avançada pelo Conselho Metropolitano do Porto, constituídos pelos presidentes de Câmara dos 17 municípios da Região, e órgão ao qual cabe regular a mobilidade na região.

A partir de 2017 todos os operadores de transporte passam a aceitar o título Andante* que há muito é utilizado pelo Metro, STCP, CP e alguns operadores privados, mas que a partir do próximo mês será aceite pelas transportadoras de 17 municípios.



*Andante é um tarifário intermodal do Grande Porto, cujo preço depende apenas do trajeto a efetuar e não do número de transportes que utiliza e do número de embarques que efetua. Está disponível tanto em tarifários ocasionais, como de assinatura. Apenas um título de transporte, e um só preço para viajar em todos os operadores aderentes.
O tarifário Andante passou a estar disponível com a inauguração do primeiro troço do Metro do Porto em Dezembro de 2002, tendo sido progressivamente alargado a outros operadores de transporte. O Metro do Porto nunca disponibilizou títulos próprios, mas unicamente o tarifário intermodal.

12/12/2016

CP: ajustes nos horários de Natal e Ano Novo

A CP irá proceder a um ajuste horário nos dias 24, 25 e 31 de Dezembro, e 1 de Janeiro nos serviços Alfa Pendular/Intercidades, Regional/Interregional, Urbanos de Coimbra, Porto e serviço Internacional.

Conheça aqui os horários especiais de Natal e Ano Novo

24/11/2016

Câmara de Coimbra vai repor linha de elétricos históricos

A Câmara Municipal de Coimbra aprovou no passado dia 22 em reunião de vereadores, um protocolo com o Instituto de Mobilidade dos Transportes (IMT) com vista à construção de uma linha de elétricos históricos entre a Rua da Alegria e a Rotunda das Lages.

O IMT é a entidade responsável pelo licenciamento e regulação de carreiras de transportes de passageiros, e a Câmara de Coimbra pretende obter junto do IMT assessoria técnica de funcionamento e de segurança para  a implementação dos elétricos históricos na cidade.
Apesar de, não existir ainda uma data oficial para a construção e abertura ao público da linha de elétricos, a Câmara aprovou o inicio do processo de reabilitação de oito elétricos que de momento estão nas oficinas dos Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra (SMTUC), sendo três unidades que datam ano de construção de 1911, um de 1912, três de 1928, e um de 1930.
O percurso a construir será efetuado em via dedicada, ou em casos excepcionais com recurso a sinalização que dê prioridade à circulação do elétrico, estando previsto mais ou menos a meio do percurso que ao longo de 70 metros a via seja duplicada para permitir o cruzamento de veículos.
O sistema de elétricos de Coimbra foi oficialmente inaugurado a 1 de Janeiro de 1911 e funcionou até 9 de Janeiro de 1980.

23/11/2016

Governo desafia futura gestão da STCP a baixar preço dos passes

facebook.com/transportesonline
autocarros da STCP
O governo através do ministro do Ambiente, Matos Fernandes, desfiou a futura gestão da STCP, que em 2017 passará para as mãos das 6 autarquias do Grande Porto servidas pela empresa (Porto, Gaia, Maia, Matosinhos, Gondomar e Valongo), a baixarem o preço dos passes tal como irá suceder com a Carris em Lisboa, cuja edilidade lisboeta já anunciou uma baixa de cerca de 40% no preço dos passes para cidadãos maiores de 65 anos, e transporte gratuito de crianças até aos 12 anos.
Os autarcas servidos pela rede da STCP mostraram concordância relativamente à vontade de baixar o preço dos passes de forma a atrair maior número de utentes para os transportes públicos, mas atiram para o governo a responsabilidade pelos custos da medida. Ao contrário da Carris cujos descontos, ou transporte gratuito incide sobre os passes da empresa, não afetando outros operadores, no Porto existe uma integração tarifário mais abrangente que em Lisboa, dado que quer as assinaturas mensais, quer os bilhetes ocasionais são intermodais, ou seja, podem simultaneamente serem utilizados em todos os operadores públicos ou privados. Portanto, uma redução no preço dos passes iria automaticamente afetar todos os operadores privados dado que o tarifário é o mesmo. Assim, os autarcas defendem que uma possível implementação da medida teria de ser financiada pelo Estado sobretudo na compensação aos operadores privados que aceitam os mesmos títulos.
A passagem da gestão da STCP para as autarquias cujo Memorando foi assinado entre o governo e as 6 autarquias abrangidas pela rede da STCP foi assinado no passado mês de Junho, deverá ocorrer no primeiro semestre de 2017. Inicialmente estava prevista a passagem da gestão a 1 de Janeiro de 2017, mas tendo em conta que o processo de transferência é mais complexo que em Lisboa porque terá de ser aprovado pelas Assembleias Municipais de 6 autarquias e terá de ter o crivo do Tribunal de Contas, o mesmo deverá ocorrer apenas alguns meses depois do inicialmente previsto.

21/11/2016

Passagem do capital da Carris para a Câmara de Lisboa assinada hoje

facebook.com/transportesonline
O governo e a Câmara de Lisboa assinam hoje um Memorando que visa a passagem administrativa da Carris para o município de Lisboa a partir de 1 de Janeiro de 2017.

O  Estado assume a dívida da empresa que ascende a mais de 700 milhões de euros e reconhece à Câmara de Lisboa competência de autoridade de transportes da capital, e transfere para a edilidade o capital da empresa.
A Câmara já assumiu que irá disponibilizar uma verba de 15 milhões de euros para a operação da Carris em 2017, e admite que os custos decorrentes da gestão da empresa poderão vir a ser pagos com as receitas de estacionamento da EMEL.

Novidades na Carris

As novidades apresentadas por Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa, passa por tornar gratuito o transporte de crianças até completarem 13 anos de idade, até agora por lei o transporte era gratuito até aos 4 anos. Os passageiros com mais de 65 anos vão pagar menos 40% pelo passe válido na Carris e no Metro: de 26,75€ passa para cerca de 15€ por mês.
É intenção da edilidade lisboeta criar 21 novas carreiras para servirem todos os bairros de Lisboa de forma a ligar hospitais, centros de saúde, escolas, farmácias, ou mercados. O primeiro a receber as novas carreiras será o Bairro de Marvila. Para isso, a Câmara irá reforçar a frota da Carris nos próximos 3 anos em 250 autocarros, num investimento que pode ascender a cerca de 60 milhões de euros, e a contratação de 220 motoristas.
A autarquia pretende ainda criar 7 corredores "BUS" de alto desempenho que permita aos veículos ganharem velocidade comercial, e ainda criar novos lugares de estacionamento que permita aos utilizadores com o pagamento de um valor simbólico utilizarem os transportes públicos deixando o carro às portas da cidade.
Os autocarros e elétricos podem vir a disponibilizar wi-fi grátis em toda a frota, atualmente a internet grátis é disponibilizada nas carreiras 736 e 783.

Atualizado às 13:37h.

15/11/2016

Carris testa sistema anti fraude

facebook.com/transportesonline
A Carris está a testar um sistema que deteta quem não valida o título de transporte. Apoiado pelas camaras de vigilância instaladas a bordo das viaturas, o sistema emite um alarme sonoro e visual quando deteta que um passageiro não validou o título de transporte.
Ainda em teste na carreira 711 (Terreiro do Paço/Alto da Damaia), o sistema “TicketCkeck” poderá ser alargado à restante rede consoante os resultados obtidos. Por agora, a Carris aposta na sensibilização com agentes a bordo dos autocarros que operam na carreira 711 a alertar e informar os passageiros para a importância da validação e sobre o funcionamento do novo sistema.

A Carris estima que todos os meses perde cerca de 1 milhão de euros devido à fraude.

25/10/2016

Governo lança concurso para aquisição de novos autocarros amigos do ambiente

facebook.com/transportesonline
autocarro a gás natural
da Auto Viação Feirense, Lda.
O governo vai lançar um concurso aberto a todos os operadores do país para  a renovação das frotas a diesel envelhecidas, por novos autocarros amigos do ambiente.

São 60 milhões de euros para substituir autocarros a diesel envelhecidos por novos autocarros a gás natural, elétricos, híbridos ou a hidrogénio. Uma clara aposta que visa renovar o parque de autocarros que está envelhecido por novas unidades amigas do ambiente, ao mesmo tempo que são introduzidos novos padrões de segurança, conforto e tecnologia.
Os operadores terão 3 meses para apresentarem candidatura, e beneficiarão de um subsidio até 85% do valor final de um autocarro movido a energias limpas ou menos poluentes, precisamente um desconto idêntico à diferença de custos entre este tipo de autocarros, e os modelos convencionais a diesel.
A comparticipação do Estado visa igualmente a instalação de postos de recarga e/ou abastecimento.
Um dos principais entraves à aquisição de autocarros movidos a energias mais amigas do ambiente por parte das empresas privadas prende-se com o elevado custo da aquisição das viaturas, o que torna o nosso país no quadro da União Europeia dos que apresenta maior quota de veículos a diesel, muitos deles com uma idade superior a 15 anos.

20/10/2016

Alfa Pendular vai chegar a Valença em 2019

www.transportes-online.info

Governo vai antecipar num ano a modernização de 92 km’s do troço entre Viana do Castelo e Valença da linha do Minho, num investimento global de 53,2 milhões de euros.
A notícia da antecipação da modernização deste troço há muito reclamada por autarcas e empresários da região surge depois assinatura da empreitada de modernização do troço Nine/Viana do Castelo com 44 Km’s e um investimento de 30 milhões de euros, que arranca no primeiro trimestre de 2017 e estará concluída no verão de 2018.

A modernização do troço Viana/Valença inicialmente previsto para o início de 2018, será antecipada num ano e deve estar concluída em 2019. 
A conclusão dos trabalhos trará maior segurança e conforto aos passageiros, permite aumentar o número de comboios a circular na linha, bem como a circulação de comboios de maior dimensão, até um máximo de 750 metros (atualmente permite comboios com comprimento máximo de 300 metros), e a circulação de comboios Alfa Pendular até Valença.

17/10/2016

Fertagus lança campanha contra viagens em jejum

foto: DN
Nos últimos meses foram 46 casos de doença súbita, sobretudo nas horas de ponta da manhã, de passageiros que se sentiram mal em virtude de não tomarem o pequeno-almoço.

A Fertagus lançou uma campanha com vista a sensibilizar os passageiros para a importância de tomarem o pequeno-almoço antes de saírem de casa. São vários os casos de passageiros a sentirem-se mal durante a viagem, sobretudo em horas de ponta e com as carruagens lotadas, o que obriga a paragem dos comboios para assistência média, o que provoca atrasos em cadeia. Para sensibilizarem os clientes para a importância do pequeno-almoço, a operadora está a distribuir simbolicamente fruta e iogurtes aos passageiros durante os próximos dias.
A Fertagus pede aos passageiros para transportarem sempre uma garrafa de água.

16/10/2016

"Passe Social +" alargado a todo o país em 2017

facebook.com/transportesonline
autocarros da Transdev - Central de
Camionagem de Arouca
O Passe Social+ vai ser alargado a todo o país em 2017. A proposta que consta no Orçamento de Estado (OE) prevê que todos os estudantes até aos 23 anos beneficiem de desconto na aquisição de passe.

Até agora o passe Social + que prevê um desconto de 60% para alunos carenciados, e de 25% para os restantes, apenas estava disponível nas Áreas Metropolitanas de Lisboa e Porto. No OE para 2017, está previsto que a partir do ano letivo 2017/18 todos os alunos até aos 23 anos possam beneficiar do desconto na aquisição de passe independentemente da situação económica e da área geográfica.

Governo reserva 7,5 milhões de euros para o setor dos transportes

Para  2017 está previsto o investimento de 7,5 milhões de euros para reparação e manutenção de frota e sistemas de bilhética. Para a STCP está prevista uma dotação de 1,45 milhões de euros, e para a Carris cerca de 800 mil euros. Para a CP estão reservados 1,8 milhões para resolver alguns problemas de manutenção de material circulante, bem como de sistemas de bilhética. Já para o Metro do Porto está dotada uma verba de 1,7 milhões de euros para financiar infra-estruturas de longa duração, e para o Metro do Mondego cerca de 2 milhões para financiar o sistema de mobilidade. Adicionalmente estão reservados 490 mil euros para ajuda ao desenvolvimento de uma plataforma de pagamento via telemóvel do sistema intermodal Andante.

13/10/2016

CP lança app mobile

facebook.com/transportesonline
A CP lançou ontem uma aplicação mobile que permite a compra de bilhetes para o Alfa Pendular e Intercidades, consultar avisos e horários das linhas.

Esta nova app também funciona em modo offline para a consulta de horários das diversas linhas, bem como a estação mais próxima através da georreferênciação do dispositivo. É possível ainda, consultar avisos, planear viagens e criar favoritos.
A aplicação está disponível para download no Google play e App Store.
Saiba mais aqui!

11/10/2016

Desconvocado protesto taxistas

O protesto dos taxistas marcado para a próxima 2ª-feira foi desconvocado pelas duas Associações representativas dos taxistas.

Inicialmente o protesto estava marcado para as cidades de Lisboa (Palácio de Belém), e junto às Câmaras Municipais do Porto e Faro. Mas o facto do governo ainda não ter aprovado de forma definitiva o diploma que irá regular as plataformas eletrónicas de transporte como Uber e Cabify, levou as duas Associações representativas dos taxistas a desmarcarem a concentração dos taxistas até ser conhecido em definitivo o projeto de regulamentação destas plataformas eletrónicas.

Notícia atualizada em 13/10/2016 às 15:52h.

--------------------------------------------------

Notícia publicada em 11/10/2016

Protesto dos taxistas em Lisboa, Porto e Faro

Na próxima 2ª-feira do 17 de Outubro está marcada uma concentração de taxistas para as cidades de Lisboa, Porto e Faro contra a intenção do governo em legalizar as plataformas electrónicas de transportes como Uber e Cabify.

O início do protesto está marcado logo pela manhã e tem como destino, no caso de Lisboa, o Palácio de Belém, e no Porto e Faro, as respectivas Câmaras Municipais. Prevê-se portanto, fortes congestionamentos de trânsito, aconselhando-se o uso de metro e comboio nas deslocações.

10/10/2016

Utilizar os transportes públicos vai dar benefícios fiscais

facebook.com/transportesonline
autocarro da TST
Quem anda de transportes públicos vai poder deduzir os gastos de passes e bilhetes no IRS. A medida que consta na proposta de Orçamento de Estado para 2017 prevê benefícios fiscais para quem utiliza transportes públicos, num claro convite à promoção de utilização do transporte público.

Podem ser deduzidos em IRS 50% do IVA pago pelas assinaturas mensais, e que solicitem recibo com número de contribuinte. Nos transportes públicos o IVA aplicado é de 6%, sendo que metade deste valor é que será reembolsado. A título de exemplo, em Lisboa a assinatura intermodal L1 normal com valor de 49,30€, o IVA corresponde a 2,96€, pelo que o utilizador receberá neste exemplo 1,48€.


09/10/2016

Protesto dos taxistas em Lisboa

Amanhã são esperados cerca de 7000 taxistas vindos de vários pontos do país até Lisboa para uma manifestação contra a legalização das plataformas eletrónicas como Uber e Cabify.

A partir das 7h junto ao Parque das Nações, está marcada o inicio da manifestação dos taxistas em direção à Assembleia da República que irá condicionar o trânsito em várias artérias da cidade, quer à circulação de automóveis como de autocarros de serviço público.
A manifestação que se concentra no Parque das Nações, segue pela Av. D. João II, Praça José Queirós, Av. Dr. Francisco Luís Gomes, Av. de Berlim, Praça do Aeroporto, Rotunda do Relógio, Av. Almirante Gago Coutinho, Av. EUA, Campo Grande, Saldanha, Av. Fontes Pereira de Melo, Marquês de Pombal, Restauradores, Rossio, Rua do Ouro, Praça do Comércio, Rua de Alfândega, Campo das Cebolas, Av. Infante D. Henrique, Av. Ribeira das Naus, Cais do Sodré, Av. D. Carlos I, Assembleia da República.

Para evitar transtornos, apela-se ao uso de metro e comboio.


Veja aqui o percurso!

07/10/2016

Carris testa autocarro português 100% elétrico

imagem: posvenda.pt
A Carris está a testar em condições reais de operação um autocarro produzido em Portugal pela Caetano Bus, 100% elétrico.

Desde o passado dia 3 de Outubro, e até ao próximo dia 2 de Janeiro nas carreiras 706 (Cais do Sodré «» Est. Santa Apolónia), e 758 (Cais do Sodré «» Portas de Benfica) estão a ser testados dois autocarros protótipos totalmente elétricos e produzidos em Portugal. Têm uma autonomia para 80 km’s e um tempo de carregamento de 30 minutos, mas poderá chegar a uma autonomia de 200 km’s através da incorporação de baterias adicionais. Este é um projeto fundamental para o desenvolvimento desta tecnologia com vista uma futura incorporação na frota das empresas.
A Carris, e o governo admitem vir a incorporar autocarros elétricos na frota da companhia.

Para a Caetano Bus, a produção do modelo e.CityGold é o resultado de vários anos de investigação e desenvolvimento. Recorde-se que em 2011 foi lançado pela empresa portuguesa um protótipo para ambiente de aeroporto, totalmente elétrico.

Saiba mais em: caetanobus.pt

30/09/2016

"Rabelas" já ligam Porto e Gaia

embarcação "Serra do Pilar"
As "Rabelas", um serviço de táxi fluvial entre as margens do Porto e de Gaia, já está em funcionamento desde as 9h de hoje.

Dois barcos inspirados nos tradicionais barcos Rabelos, cruzam o Douro entra as margens do Porto e Gaia ao longo de 230 metros. A travessia dura cerca de 3 minutos, e tem o custo de 3€.
A The Fladgate Partnership é a empresa responsável pelo serviço Douro River Taxi, assim denominado, e tem a operar duas "Rabelas" com 15 metros de cumprimento, e capacidade para transportar 28 pessoas. As embarcações foram baptizadas de "Serra do Pilar" e "Casa do Infante".

28/09/2016

Rodoviária de Lisboa e TST com descontos nas tarifas de bordo

facebook.com/transportesonline
autocarro da RL
A Rodoviária de Lisboa e a TST vão levar a cabo entre 1 de Outubro e 31 de Dezembro uma campanha de descontos nas tarifas adquiridas a bordo dos autocarros.

Para o efeito, na Rodoviária de Lisboa a tarifa TB1 no valor de 2,25€ passa a custar 1,50€, a TB2 de 3,35€ passa a custar 2,70€, e a tarifa TB3 de 4,10€ baixa para 3,50€.

Na TST, a tarifa TB1 no valor de 2,25€ passa para 1,50€, a TB2 de 3,25€ passa a custar 2,60€, e a tarifa TB3 de 4,10€ baixa para 3,20€.

Conheça aqui todas as carreiras da TST abrangidas pela campanha!

26/09/2016

Carris, Metro de Lisboa e Transtejo vão lançar app para pagamentos por telemóvel

O Grupo Transportes de Lisboa que engloba a Carris, Metro, Transtejo e Soflusa estão a preparar uma solução que permitirá aos seus utilizadores pagarem e validarem o título de transporte através de uma aplicação mobile.

A solução mobile que será apresentada muito brevemente, com tecnologia totalmente portuguesa, vai permitir utilizar qualquer uma destas empresas e validar o título de transporte com recurso a uma app para telemóvel. Ainda não são todavia conhecidos, os pormenores de funcionamento da app.
                                                  
facebook.com/transportesonlineWifi em toda a rede

A par do lançamento do pagamento dos transportes via telemóvel, a Transportes de Lisboa está a preparar o alargamento da rede internet wifi a todas as carreiras da Carris já em Outubro. Atualmente a rede internet wifi está disponível nas carreiras 736 e 783 da Carris, e nas estações da rede do metropolitano.
Outra medida que está a ser preparada pela Transportes de Lisboa tem como objetivo implementar um sistema que permita reduzir o nível de fraude, sobretudo nas carreiras da Carris. 

23/09/2016

Novas linhas Andante a partir de Outubro

facebook.com/transportesonline
autocarro da Espírito Santo
A partir de 1 de Outubro existem  novas linhas no sistema intermodal Andante.

A partir deste sábado, 22 novas linhas são integradas na atual rede intermodal Andante, mas até ao final do ano chegam às 36.
Na Gondomarense são 8 linhas que vão ser integradas no Andante, na Resende: 7, Espirito Santo e Maia Transportes: 3 cada uma.
No entanto, outros operadores como A.V. Landim, e A.V. Pacense também terão ainda este ano linhas no sistema intermodal.

Conheça aqui todas as linhas e operadores.

Serviço wifi da STCP alargado a todos os concelhos onde a empresa opera

facebook.com/transportesonline
Em Setembro de 2014 a STCP inovava. Foi a primeira empresa de autocarros urbanos na Europa a disponibilizar internet wifi em toda a sua rede de autocarros de uma só vez, depois de uma fase experimental na linha 207. Existem outras congéneres que também disponibilizam rede de internet sem fios a bordo das suas viaturas, mas apenas em algumas  carreiras.
Durante estes dois anos, o serviço estava limitado apenas à cidade do Porto. A partir de hoje é alargado a  outros concelhos onde a STCP opera (Gaia, Gondomar, Matosinhos, Maia e Valongo), que passam a ter uma cobertura integral da rede wifi em todas as linhas e autocarros da STCP, ficando desta forma toda a rede da operadora, com excepção dos elétricos, com oferta internet wifi.

20/09/2016

Rodoviária de Lisboa permite transporte de bicicletas em 18 carreiras

facebook.com/transportesonline
A partir de hoje a Rodoviária de Lisboa permite o transporte de bicicletas em 18 das suas carreiras.

A iniciativa inserida na Semana Europeia da Mobilidade permite o transporte de bicicletas em algumas carreiras da RL. Podem ser transportadas no máximo duas bicicletas nas carreiras assinaladas, sendo que devido à tipologia dos autocarros, em algumas carreiras apenas é permitido o transporte de uma bicicleta.

Conheça aqui as carreiras da RL onde é possível o transporte de bicicleta:

Rede azul

  • 303*, 308*, 310, 317, 318, 710* e 711*.
Rede verde
  • 333, 334, 344, 347, 353 e 354.
Rede amarela
  • 201/901, 237*, 238*, 240* e 931.
*máximo 1 bicicleta

16/09/2016

Empresas de transportes de Lisboa oferecem 1 mês de passe

facebook.com/transportesonline
autocarro da Carris
Os operadores de transporte da região de Lisboa vão oferecer 1 mês de passe a novos clientes que no dia 22 de Setembro adiram ao passe mensal.

Inserida nas comemorações da Semana Europeia da Mobilidade que culminam no dia 22 de Setembro, as empresas da Região de Lisboa vão oferecer uma mensalidade no passe intermodal a novos clientes, ou a antigos clientes que já não utilizem o passe intermodal há pelo menos 12 meses.
A ideia da Área Metropolitana de Lisboa com o mote “Passe a passe”, com a colaboração dos operadores de transporte intervenientes naquela região, passa por atrair mais pessoas para os transportes públicos, embora os responsáveis da Área Metropolitana de Lisboa, que regulam o sector dos transportes em toda a região de Lisboa e Península de Setúbal, reconheçam que é um passo difícil em pouco tempo atrair mais clientes, dado o “sucessivo desinvestimento” nos transportes ao longo dos anos. Ainda assim, adiantam que é necessário começar o trabalho de desenvolvimento e de investimento na rede de transportes.

A mensalidade gratuita será atribuída em forma de voucher para todos os clientes que no dia 22  peçam emissão do cartão "Lisboa Viva", e adquiram um título de transporte intermodal, que poderá ser trocado até ao final do mês de Outubr por um título idêntico ao adquirido no dia 22, em todos os operadores de transporte da região de Lisboa.

06/09/2016

Ryanair vai voar para a Terceira em Dezembro

facebook.com/transportesonline
A Ryanair vai começar a voar para a Ilha Terceira em Dezembro. De acordo com o Jornal de Negócios, a partir de Lisboa estão previstas ligações às segundas, quartas, sextas e domingos. A partir do Porto, existirão duas ligações, uma à terça e outra ao sábado.

 A Terceira passa a ser a segunda rota da companhia irlandesa no Arquipélago Açoreano depois da estreia em Abril de 2015 da ligação Lisboa-Ponta Delgada, Porto-Ponta Delgada e Ponta Delgada-Londres. As reservas já estão disponíveis no site da companhia, com preços a partir dos 19,99€.
Apesar de ainda não haver nada de oficial, a Ryanair admite a breve prazo poder vir a voar para o Funchal.

03/09/2016

Novo bilhete turístico integra CP, Metro e Carris

imagem: www.cp.pt
Foi lançado um novo bilhete turístico em Lisboa, válido por 24 horas nas linhas suburbanas da CP, rede de autocarros, eléctricos, elevadores e ascensores da Carris, e no Metropolitano de Lisboa.
Travelling all Lisboa tem um custo de 10€, recarregável no cartão Viva Viagem, e é válido durante 24 horas para um número ilimitado de viagens nos suburbanos da CP, Carris e Metro. Destinado essencialmente para quem visita de Lisboa, é extensível às cidades de Oeiras, Cascais, e Sintra através da linha de Cascais e linha de Sintra respectivamente, e ainda a Setúbal através da linha do Sado.

O bilhete pode ser adquirido em qualquer posto de atendimento dos operadores aderentes, ou nas máquinas automáticas de venda de bilhetes. A aquisição de um cartão de suporte Viva Viagem tem um custo de 0,50€.

Travelling Cacilhas

Foi igualmente lançado um bilhete turístico válido por 24 horas na Carris, Metro e na Transtejo na ligação entre o Cais do Sodré e Cacilhas. Tem um custo de 9€ recarregável no bilhete Viva Viagem. 

01/09/2016

TAP lança tarifas low-cost

facebook.com/transportesonline
A TAP acaba de colocar à venda bilhetes com tarifas “low cost” para voos a efectuar a partir do próximo mês de Abril.
A nova campanha da transportadora nacional para destinos europeus e do norte de África, visa concorrer directamente com as companhias de baixo custo, e apresenta descontos até 34% para os referidos destinos.
Para isso, a TAP prevê gastar nos próximos meses 70 milhões de euros na adaptação do interior dos aviões, que terão compartimentos para passageiros dos diferentes segmentos. No segmento de luxo haverá mais espaço entre as cadeiras para os passageiros de executiva. No segmento “low cost” estão previstas mais cadeiras para acomodar maior número de passageiros. Para quem opte pela compra da tarifa com o maior desconto, tal como nas companhias de baixo custo, não terão direito a transportar gratuitamente bagagem de porão, mas poderão levar uma bagagem de cabine até 8 kg.
As novas campanhas promocionais também abrangem os voos da ponte aérea Lisboa/Porto, com tarifas desde 23.10€.
Todas as tarifas já incluem taxas aeroportuárias, e dão direito a refeições de bordo, e 10% em milhas no programa "Victoria".


Para mais informações e reservas, visite o site da TAP!

22/08/2016

App Meo Taxi e My Taxi alargadas

facebook.com/transportesonline
A aplicação da Meo que permite chamar um táxi, foi alargado às cidades de Mafra, Setúbal, Guimarães, Torres Vedras, Vila Franca de Xira e à ilha da Madeira.

Para além de se poder chamar um táxi, a app permite personalizar o pedido como por exemplo, escolher a estação de rádio que o cliente gostaria de ouvir durante a viagem, escolher um motorista que saiba falar uma língua estrangeira, ou um táxi que permita pagar a viagem com Multibanco.
Para além das cidades atrás referidas, a app pode ser utilizada em Lisboa, Porto, Sintra, Amarante, Braga, Gondomar, Almeirim, Maia, Leiria, Paredes, Póvoa de Lanhoso, Ponte de Lima, Torres Vedras, Viana do Castelo, Póvoa de Varzim, Santa Maria da Feira, Gaia, Vila do Conde, Fafe, Marinha Grande e Santarém.

My taxi alargada ao Porto e Algarve

A app My Taxi que está por enquanto disponível em Lisboa, será alargada no próximo ano à cidade do Porto e também à região do Algarve.

03/08/2016

Andante vai ser alargado a Paredes em 2017

facebook.com/transportesonline
autocarro da A.V. Pacense
O sistema intermodal Andante vai poder ser utilizado no concelho de Paredes a partir do inicio do próximo ano. A notícia é avançada pela própria autarquia, que negociou com os Transportes Intermodais do Porto (TIP), entidade participada pela Metro do Porto, STCP e CP, o alargamento do tarifário intermodal àquele concelho que fica a 35 km’s do Porto. 
Vai ser possível utilizar o tarifário Andante na linha Caíde/Marco dos comboios suburbanos da CP Porto para além da estação de Valongo, e também nas empresas rodoviárias A.V. Pacense, Valpi e Gondomarense. O objetivo passa por criar ligações entre Paredes e os hospitais distritais situados na região utilizando um só título de transporte. 
Com a chegada do Andante a Paredes, vai ser criado um novo percurso urbano integrado igualmente na rede Andante, que irá abranger as cidades de Lordelo, Rebordosa e Gandra.

26/07/2016

Zonas Andante terão nova designação

www.transportes-online.info
A designação de zonas Andante vai sofrer uma alteração a partir de Janeiro de 2017. Em vez das atuais zonas designadas por exemplo por C1, S8, N3, etc, vão passar a designar efetivamente a zona geográfica, como por exemplo, Porto Centro, Gaia Este, ou Aeroporto.

As alterações que virão a ser introduzidas, tem como objetivo tornar mais fácil a compreensão por parte dos clientes que não estão tão familiarizados com o sistema, como é o caso dos turistas, a utilizarem o bilhete correto nas zonas que realmente desejam utilizar.
Estas introduções surgem de um programa mais vasto que visa aumentar o número de zonas Andante, e novos operadores, desde a região de Aveiro até a concelhos do Minho. Já a partir de Setembro, 36 linhas de operadores privados vão integrar o tarifário Andante (ler aqui), e em Janeiro os percursos da CP com Andante também serão alargados. Em estudo está igualmente a criação de um bilhete virtual para pagar os transportes através de uma aplicação para smartphone.
Outras novidades poderá ser a obrigatoriedade dos utilizadores do metro e da CP terem de validar o bilhete à saída da estação como acontece em Lisboa. Esta medida permitiria saber o real número de quilómetros que cada passageiro percorre, sendo que os respetivos operadores receberiam por quilómetro e clientes transportados (atualmente a divisão tarifaria é feita pelo número de clientes transportados, dado que não é obrigatória a validação de bilhetes à saída das estações).

24/07/2016

Novas linhas Andante a partir de Setembro

facebook.com/transportesonline
autocarro da Resende
A partir da segunda quinzena de Setembro, o sistema intermodal Andante vai integrar cerca de 30 linhas de operadores privados.

O sistema intermodal Andante vai ser alargado a novas linhas e operadores. Gondomarense, Espírito Santo Resende, A.V. Pacense, A.V. Landim, Albano Esteves Martins, e Espírito Santo contarão com mais linhas no sistema tarifário Andante.
A maior parte destas linhas são intermunicipais, mas nem todo o percurso será integrado no Andante. Por exemplo, nas novas linhas da Gondomarense só poderá ser possível usar o Andante até Souto, e na Albano Esteves Martins até Valongo. O alargamento das novas linhas representam um acréscimo de 30% da rede intermodal Andante, que a partir de Janeiro próximo contará também com um aumento do número de estações da CP onde será possível utilizar o Andante (Portela, Trofa, São Romão, São Frutuoso, Leandro, Travagem, São Martinho do Campo, Silvade e Paramos). Para além disso, está a ser estudada a integração de outras empresas de transporte quer a norte como a sul do Porto, numa área que pode ir de Oliveira de Azeméis até ao Minho.

Conheça aqui as novas linhas e operadores que integram o Andante a partir de Setembro!

                             Operador                           linha                                   origem «» destino
  • Albano Esteves Martins & Filhos, Lda   4, 5                                                          Porto «» S. Martinho
  • Gondomarense                                      4, 5, 6, 7, 8, 14, 18                                     Porto «» Souto
  • Gondomarense                                      19                                                               Porto «» Mó
  • A.V. Pacense, Lda                                2012, 2014                                                  Porto «» Balsa
  • A.V. Pacense, Lda                                2001, 2002, 2005, 2047, 2048, 2052          Porto «» Alfena 
  • A.V. Landim, Lda                                 1001, 1002, 1004, 1100                              Porto «» Alfena 
  • A.V. Landim, Lda                                 1007                                                            Porto «» Pinheiro Manso
  • Resende                                                104                                                               Porto «» Vilar Senhor
  • Resende                                                104H, 119                                                    Porto «» Lavra
  • Resende                                                118                                                               Porto «» Perafita
  • Resende                                                124                                     Hosp. Pedro Hispano «» Hosp. Boa Hora
  • Resende                                                130                                                       Aeroporto «» Custió
  • Espírito Santo                                        32                                                           Areínho «» Porto
  • Espírito Santo                                        35                                         Centro Reabilitação «» João de Deus
  • Espírito Santo                                        40                                                          Freixieiro «» Porto
  • Maia Transportes                                  10                                                                Porto «» Águas Santas
  • Maia Transportes                                  11                                                     Ermesinde «» S. Pedro Avioso
  • Maia Transportes                                  30                                                                Porto «» Milheirós
  • Maia Transportes                                  35                                                                 Porto «» Feira Nova

17/07/2016

Metro do Porto - Ministro do Ambiente propõe ligação à Trofa por autocarro

facebook.com/transportesonline
O ministro do Ambiente vai propor aos autarcas da região do Porto que a ligação entre o ISMAI e a Trofa do Metro do Porto, prevista na primeira fase de construção, seja feita por autocarro.

Contrariando a resolução aprovada no parlamento na semana passada (ler noticia aqui), que prevê a extensão do metro à Trofa, e o prolongamento da linha D a Vila D'este, e da linha F a Gondomar, João Matos Fernandes diz em entrevista ao JN, que nada ainda está decidido, remetendo a decisão para a conclusão dos estudos técnicos a realizar pela Metro neste segundo semestre com base no critério "custo-beneficio", para negociar com os autarcas da região, quais as linhas que deverão avançar. Recorde-se que o governo reservou um montante global de 400 milhões de euros para a expansão das redes de metro de Lisboa e Porto num total de 9 km's. No entanto, o ministro diz que o valor total a investir poderá chegar aos 500 milhões de euros.
Sabe-se todavia, que para Lisboa está reservado um total de 160 milhões de euros para ligar a linha amarela entre o Rato e o Cais do Sodré, sobrando 240 milhões para o Porto, embora ao contrário de Lisboa, sem consenso sobre as linhas que deverão avançar.
Sobre os 100 milhões que restam, o ministro diz ainda não estar decidido em que projeto será alocado, mas estará seguramente reservado para os metros de Lisboa e Porto. Quanto à extensão à Trofa, com base nos estudos atualmente disponíveis, Matos Fernandes vai propor que a ligação seja feita por autocarro até ao centro da Trofa aproveitando o canal ferroviário atualmente existente e que está votado ao abandono, alegando que a expectativa de procura não justifica o investimento previsto pelo modo ferroviário. Atualmente a ligação do ISMAI à Trofa é assegurada com recurso ao aluguer de autocarros.

Municipalização da Carris e STCP

No que respeita à municipalização da Carris e STCP, o ministro do Ambiente assegura que a 1 de Janeiro de 2017, as empresas passarão a ser geridas a nível local. No caso do capital da Carris, passará integralmente para a Câmara de Lisboa, cabendo ao Estado assumir a dívida histórica da empresa, e à autarquia os custos de operação e renovação da frota. Quanto à STCP, esta será gerida pelos 6 municípios onde opera (Porto, Gaia, Maia, Matosinhos, Gondomar e Valongo), sendo Estado responsável pela divida histórica da companhia, e por financiar parte dos custos de operação e a aquisição integral de 320 autocarros a gás natural. Quanto à passagem do capital da STCP para as respetivas autarquias, Matos Fernandes não acredita que se fará nesta legislatura devido à difícil situação financeira de algumas destas autarquias.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search