31/10/2009

STCP, Carris e TUB reforçam ligação aos cemitérios


No Dia de Todos os Santos STCP e Carris reforçam a ligação aos cemitérios. Assim, no Porto apesar da greve anúnciada pela STCP haverá um reforço da linha 204 que serve os cemitérios de Agramonte, Lordelo do Ouro e Foz do Douro com uma frequência de 20 minutos.
A linha 207 com frequência de 30 minutos, serve os cemitérios do Prado, Agramonte, Lordelo do Ouro e Foz do Douro.
A linha 305 tem uma frequência de 20 minutos, e serve os cemitérios do Bonfim e Prado do Repouso.
Linha 400 serve os cemitérios de Campanhã, Bonfim e Prado do Repouso. Tem uma frequência de 20 minutos.
Finalmente a linha ZM serve o cemitério de Agramonte e terá uma frequência de 30 minutos.


Em Lisboa a Carris reforça as seguintes carreiras para o Cemitério da Ajuda: 60, 727 e eléctrico 18.
As carreiras 718 e 742 reforçarão a ligação ao Cemitério Alto de S. João.
Para o Cemitério de Benfica há um reforço das carreiras 24, 765 e 767.
A carreira 768 reforça a ligação ao Cemitério de Carnide, e a carreira 3 ao Cemitério do Lumiar.
O cemitério dos Olivais será servido pelas carreiras 79, 708 e 781.
Finalmente, a ligação ao Cemitério dos Prazeres será assegurado pelas carreiras 74, 701, 709 e eléctrico 28.
Segundo a Carris, haverá ainda um reforço das carreiras 3, 16, 24, 60, 74, 79, 727, 742, 765, 767, 768 e eléctrico 18.


Também em Braga, os transportes locais reforçam a linha 19 entre a Ponte de S. João e o Cemitério de Monte D'Arcos quer hoje dia 31, quer amanhã nos periodos compreendidos entre as 8:00h e as 12:00h, e entre as 14:00h e as 17:00h.

Greve da STCP dia 1 de Novembro


Os trabalhadores da STCP estarão em greve entre a meia noite da próxima madrugada e as 2:00h do próximo dia 2.
As linhas 10, 55, 61, 64, 68, 69, 70, 94, ZM, ZR e a linha nocturna ZM não sofrem qualquer perturbação.
Para quem utiliza tarifários monomodais da STCP poderá usar os respectivos títulos no Metro e CP.

30/10/2009

easyJet lança novas rotas


A companhia britânica de baixo custo easyJet, que opera em quatro aeroportos nacionais, anúnciou a criação de 25 novas rotas para os próximos meses. Egipto, Marrocos ou Israel são destinos de forte aposta para a operadora.
Portugal contará já a partir de 2 de Novembro de duas novas rotas: Lisboa-Roma (Fiumicino), e Porto-Londres (Gatwick). No primeiro caso, haverá um voo diário entre as capitais portuguesa e italiana, com partida de Lisboa às 14:25h e chegada a Fiumicino às 18:25h (17:25h em Portugal).
Quanto à rota Porto-Gatwick que também será diária, a partida da Invicta será às 14:30h e chegada a Gatwick está prevista para as 16:55h.

27/10/2009

Carris lança movimento “Menos Um Carro”

A Carris lançou hoje um movimento de sensibilização para a utilização do transporte público. Denominado “Menos Um Carro”, o movimento tem como objectivo despertar a consciência cívica e a responsabilidade ambiental de todos. Da mesma forma, apresenta o transporte público como a escolha racional, quer em termos económicos, como de tempo, bem-estar, ambiente e qualidade de vida. Em causa está a tentativa de contrariar a entrada em Lisboa de cerca de 400 mil carros todos os dias.
«É inquestionável que a utilização de transportes públicos é a opção maioritariamente mais racional» revela Silva Rodrigues, presidente do Conselho de Administração da Carris, explicando que um dos grandes objectivos do movimento «é fazer chegar essa informação às pessoas, conseguindo eliminar preconceitos e levando-as a mudar comportamentos e a perceber as vantagens de utilizar o transporte público».
No site www.menosumcarro.pt é possível encontrar diversas informações e argumentos, sendo ainda possível deixar testemunhos, questões, sugestões ou calcular o ‘índice de mobilidade sustentável’, uma ferramenta desenvolvida pela Universidade Católica que avalia o comportamento de cada pessoa em termos de mobilidade. Este resultado pode depois ser transferido para uma rede social como o Facebook ou o Twitter, onde se pretende alargar a discussão do tema. «Estamos a recolocar na agenda a discussão do Transporte Público», revela Silva Rodrigues.
Para além da Universidade Católica, o movimento lançado pela Carris tem ainda como parceiros a Polícia de Segurança Pública, Direcção-Geral de Saúde, Quercus, Agência Portuguesa do Ambiente, Instituto Português da Juventude, Associação Salvador, Associação de Cegos e Amblíopes de Portugal e a Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta.

in: www.transportesemrevista.com de 27 de Out/09

25/10/2009

Ryanair inaugura rota Porto-Faro


É inaugurada amanhã a primeira rota doméstica da Ryanair em território luso, e efectuará ligação entre o Porto e a cidade de Faro.
Do Porto haverá quatro voos semanais (Sábados, Segundas, Quartas e Sextas) com partidas ao meio-dia e chegada a Faro pelas 13:00h.
O mesmo avião partirá de Faro rumo ao Porto pelas 13:25h chegando à Invicta pelas 14:30h.
Amanhã é ainda inaugurada a rota Porto/Gran Canaria, com partidas do Aeroporto Sá Carneiro todas as Segundas e Sextas às 15:25 e chegada prevista às 18:05h (17:05h em Portugal.
Dia 27 a rota Porto/Düsseldorf (Weeze), com partida regular aos Sábados, Terças e Quintas às 17:30h e chegada Düsseldorf às 21:15h (20:15h em Portugal).
No dia 28 é a vez da rota Porto/Tenerife Sul, que partirá todos os Sábados e Quartas-feiras pelas 15:20h da Invicta e tem chegada prevista a Tenerife às 18:05h (17:05h em Portugal).

De Faro partirá uma nova rota directa a Liverpool a partir de dia 27 de Outubro com partidas aos Sábados, Terças e Quintas-feiras às 13:25h e chegada prevista a Liverpool para as 16:25h.

17/10/2009

Táxis da Invicta com comunicações GPS

Os táxis da central Invicta vão passar a utilizar a partir do próximo dia 21 de Outubro um inovador sistema de comunicações por GPS. Dispensando a utilização do habitual rádio e da comunicação por voz, implementada há cerca de 50 anos, o novo sistema promete trazer vantagens tanto para os condutores como para os clientes. Eliminando o habitual barulho das comunicações dentro do táxi, este sistema torna o processo de chamar um táxi mais célere. Quando o cliente liga, o operador introduz de imediato a morada no computador, sendo enviado um sms para o táxi que estiver mais perto, já que o sistema GPS permite fazer a localização imediata dos veículos. O próprio condutor tira ainda partido desta funcionalidade pelo facto de conseguir visualizar o número de táxis nas posturas, podendo assim gerir melhor a sua posição e fazer mais serviços. Para além do pedido pela internet, o sistema irá proporcionar chamadas gratuitas, com o cliente a enviar um sms para de seguida ser contactado pelo operador. Adicionalmente, o sistema terá capacidade para memorizar clientes fixos e será possível demarcar preferências em relação ao tipo de veículo e motorista.
A central Invicta aglomera 207 táxis, sendo que neste momento o novo sistema já se encontra implementado em 190 veículos. Por enquanto o rádio tradicional continuará a equipar as viaturas, servindo como apoio e solução no caso de falha informática.

in: www.transportesemrevista.com de 13 Out/09

15/10/2009

«Tram-train» em testes


A linha vermelha do Metro do Porto vai ser reforçada com os novos veículos «Tram-train».
Com capacidade para atingir os 100 quilómetros hora, estes veículos estarão em operação na linha vermelha que liga o Estádio do Dragão à Póvoa de Varzim, e futuramente na linha Verde entre o Estádio do Dragão e o ISMAI.
Com capacidade para 248 passageiros (100 deles sentados), e 1360 cavalos de potência, os «Tram-train» irão assegurar o serviço regular entre aquelas estações, com inicio de operação prevista para o mês de Novembro.
As novas composições permitem ainda recuperar 30% da energia consumida através do sistema de frenagem, devolvendo-a novamente à rede para voltar a ser consumida pelos restantes veículos da frota.
Para já, as composições estão a fazer testes na linha vermelha.

Trabalhadores da STCP em greve


Os trabalhadores da Sociedade de Transportes Colectivos do Porto [STCP] cumprem hoje um dia de greve que, terminará as 2.00H da próxima madrugada.
Três dos seis sindicatos representativos dos trabalhadores da empresa convocaram esta greve onde está previsto um plenário com os trabalhadores segundo o qual, será discutido o acordo laboral entre os trabalhadores e a administração da empresa, que alegadamente alegam sindicatos e trabalhadores, não está a ser cumprido.
Os fins-de-semana de Outubro registam-se os mesmos constrangimentos de mobilidade dado que, estão previstos paragens grevistas entre a meia noite de Sábado e as 2:00h de segunda-feira.
As linhas 10, 55, 61, 64, 68, 69, 70, 94, ZM, ZR e a linha nocturna ZM não sofrem qualquer perturbação.
Para quem utiliza tarifários monomodais da STCP poderá usar os respectivos títulos no Metro e CP.

12/10/2009

Transportes ajustam planos contra gripe A

As empresas de transportes a operar na região da Grande Lisboa têm estado a implantar mecanismos de combate à gripe A, aumentado as limpezas nos autocarros e comboios, preparando kits para os empregados.

Os planos de contingência contra a gripe A (ver mais noticiário a página 36) preparados por empresas como a Transtejo, Fertagus, Carris ou Metro de Lisboa incluem, a par da preparação de kits para motoristas e guarda-freios, a desinfecção das zonas críticas do interior dos veículos que compõem a sua frota, entre outras.

No caso dos autocarros da Carris, o reforço das medidas de higiene passa também pelo aumento da frequência de limpeza dos veículos, incluindo a disponibilização de líquido desinfectante, à semelhança do que acontece nos hospitais e noutros serviços públicos.

Já a Transtejo, por exemplo, gasta mensalmente sete mil euros na limpeza, de quatro em quatro horas, dos bancos dos barcos que fazem as travessias entre as duas margens do Tejo. No caso do Metropolitano de Lisboa, um dos transportes onde diariamente existe uma maior concentração de pessoas, foi criado um grupo de acompanhamento permanente que será responsável por acompanhar a evolução da situação e adoptar as medidas de contenção adequadas à empresa.

A empresa assegura ainda que tem "reservas de material de protecção pessoal, nomeadamente máscaras e medicamentos (Oseltamivir) para os seus trabalhadores. Procedeu ao "aprovisionamento de materiais de limpeza e de desinfecção, bem como ao reforço da higiene e a limpeza nos locais de trabalho, zonas de acesso e circulação, balneários, instalações sanitárias e comboios".

Também no caso dos comboios suburbanos, a Fertagus, que transporta 85 mil passageiros por dia em 137 composições, reforçou os aspectos relacionados com a limpeza dos locais mais críticos, nomeadamente "nos equipamentos de ar condicionado", disse uma fonte da empresa.

"Existe um programa de limpeza bacteriológica periódica de todo o equipamento, incluindo as respectivas condutas, embora não seja considerado um equipamento crítico ao nível do contágio do vírus da gripe, dado que se propaga maioritariamente através da saliva e também, embora com menor expressão, ao nível das superfícies de contacto directo", explicitou a mesma fonte.

Já no caso da Rodoviária Nacional, a empresa instalou em Junho "dispositivos automáticos com sensores e soluções de líquido desinfectante, como nos hospitais", tendo também reforçado o contrato com uma empresa de limpeza", de acordo com o director da Rede Nacional Expresso da RN, Carlos Oliveira.

in: jn.sapo.pt secção "Lisboa" de 11 Out/09

STCP dá conselhos sobre gripe A

Com a pandemia de Gripe A a aumentar os operadores de transportes têm previstos vários planos de contigência que serão, colocados em prática de acordo com a respectiva evolução da pandemia. Com milhares de passageiros a circular diáriamente nos transportes públicos o risco de pandemia é acrescido pelo que, a limpeza dos veículos é prioritária. As principais empresas de transportes já têm preparados planos de vacinação dos seus colaboradores, o uso de luvas na condução dos veículos, bem como os serviços minimos em caso de generalização abrupta da doença. Algumas destas empresas têm-se mostrado preocupadas em informar os seus clientes com os principais conselhos a reter para evitar a doença. Assim, o Metro do Porto tem uma campanha a decorrer através do seu canal interno de tv disponivel no interior dos veículos, com conselhos úteis a seguir para evitar o contágio. A STCP por seu turno, está a usar os placares electrónicos de aviso de paragem disponíveis no interior dos veículos da empresa, para dar alguns conselhos que poderão ser seguidos. No site da empresa também é possivel ter acesso a alguns conselhos da Direcção Geral de Saúde sobre a pandemia, sendo que os mesmos, estão disponiveis na maioria das paragens da empresa.

08/10/2009

Companhias aéreas criam novas taxas


A crise económica mundial que afectou gravemente o sector da aviação civil está a provocar mudanças nos serviços prestados pelos diferentes operadores aéreos. Se umas optam pelo congelamento salarial como a TAP, ou pelos despedimentos como a British, existem outras que pensam em taxar o uso dos serviços mais elementares.
A Ryanair por exemplo, está a pensar em taxar as idas à casa de banho. Sendo que, o cliente terá de desembolsar cerca de 1£ para o seu uso.
A Iberia vai cobrar cerca de 15€ pelo transporte de bagagem mesmo que, o passageiro se faça acompanhar apenas de uma mala, e que nunca poderá ultrapassar os 10 kg.
O mesmo procedimento já existe na maíoria dos operadores low-cost. A easyJet cobra cerca de 11€ por mala no porão com limite de 20 kg, e a Ryanair cobra 15€ por mala com peso máximo de 15 kg.
No entanto, nos voos para fora do continente europeu, os passageiros continuarão a dispor de transporte de bagagem gratuita até aos 23 kg.
Estas regras esbarram com a legislação comunitária. Contudo, os operadores alegam recorrendo à referida legislação e que, esta é dúbia e que, o transporte de passageiros é independente do transporte de bagagem.

07/10/2009

Títulos de transporte disponíveis no telemóvel

A OTLIS - Operadores de Transportes da Área Metropolitana de Lisboa, a Optimus, TMN e Vodafone e a Oberthur Technologies estão a testar a utilização do telemóvel enquanto suporte para os títulos de transportes públicos de Lisboa.
A solução assenta na tecnologia NFC, comunicação sem fios de curto alcance, e pressupõe que os clientes possam comprar e carregar o título de transporte no próprio telemóvel num posto de venda do operador de transporte. O título fica guardado num cartão SIM, evitando-se assim que se o telemóvel não tiver bateria o utilizador não possa aceder ao transporte público.
Nesta primeira fase o projecto está a ser testado por um grupo pré-seleccionado de participantes no Metropolitano de Lisboa. O acesso ao metro é feito através da passagem do telemóvel pelo validador ou porta de acesso ao cais de embarque, já utilizado para a leitura dos cartões Lisboa Viva e Viva Viagem.
“Numa fase mais avançada, o teste será alargado a outros operadores de transportes públicos da Área Metropolitana de Lisboa, designadamente a Carris, CP e Transtejo/Soflusa”, revela o comunicado oficial. Adicionalmente “será também possível efectuar os carregamentos de títulos no próprio telemóvel (eliminando a necessidade de deslocação ao ponto de venda ou a uma caixa multibanco), numa área específica disponível através da Internet Móvel. O objectivo deste projecto é disponibilizar comercialmente o serviço ao público em geral”.

in: www.transportesemrevista.com de 7 Out/09

05/10/2009

STCP proibida de operar na Bonjóia

Cerca de 300 moradores da Bonjóia, em Campanhã, subscreveram um abaixo-assinado a exigir uma linha da STCP porque as carreiras privadas são cada vez menos. A empresa garante que não pode operar na zona.

Até meados deste ano, os moradores da Bonjóia, na zona oriental do Porto, eram servidos por autocarros da Valpi, na ligação de Valongo ao Campo 24 de Agosto. Mas a empresa privada diminuiu a frequência das carreiras e os horários não servem a maioria dos moradores nas suas deslocações.

Olinda Carvalho foi uma das responsáveis por recolher as assinaturas e entregar o abaixo-assinado, em duplicado, um para a administração da STCP e outro para o provedor da empresa. Está, tal como os seus vizinhos, cansada de ter de percorrer grandes distâncias a pé para apanhar um autocarro. "Há pessoas já idosas que têm muita dificuldade", afirmou.

Segundo a moradora, a Valpi faz apenas duas carreiras por dia. Outro problema são os custos. Os moradores têm de adquirir bilhetes paras as camionetas (entre 80 cêntimos e 1,20 euros) que depois têm de ser complementadas com o passe da STCP.

No mês passado, depois de uma visita a Campanhã, o vereador da CDU, Rui Sá, conseguiu aprovar na Câmara uma proposta apelando ao Conselho de Administração da STCP para que procedesse a alterações na rede de forma a garantir transportes públicos para os utentes que moram e trabalham na Bonjóia.

Contactada pelo JN, a STCP respondeu que não pode operar na zona, fazendo a ligação entre a Bonjóia e o Bairro do Lagarteiro, porque a linha está concessionada a outra empresa. "Há um outro operador privado [a Valpi] que tem a concessão deste percurso, pelo que a STCP, por imposição do Regulamento de Transportes em Automóveis, não pode efectuá-lo", assegurou fonte da empresa. A STCP garante ainda que não foi a empresa a concessionar o percurso à Valpi, pelo que não lhe cabe a função de supervisionar o serviço.

in: jn.sapo.pt secção "Porto" de 5 Out/09

03/10/2009

Trabalhadores da STCP em greve


Nos fins-de-semana de Outubro entre as 0:00h de Sábado e as 2:00h de Segunda,os trabalhadores da STCP estarão em greve. Assim, como no dia 15 de Outubro entre as 0:00h e as 2:00h do dia 16, e no dia 1 de Novembro no mesmo horário.
As linhas 10, 55, 61, 64, 68, 69, 70, 94, ZM, ZR e a linha nocturna ZM não sofrem qualquer perturbação.
A empresa aguarda ainda autorização do Tribunal Arbitral para assegurar os serviços minimos nas restantes linhas.
Em alternativa, os utentes da STCP podem usar os respectivos títulos no metro e CP, dentro das zonas para o qual são válidos.

02/10/2009

TUB aceita cartões Caixa Universitários


Os Transportes Urbanos de Braga (TUB) passaram a aceitar cartões Universitários como títulos de transporte.
A ideia é simples: nos cartões de identificação universitária passa a ser incorporado um chip que permite a validação sem contacto na bilhética dos TUB. Com isto, reduz-se o número de cartões na carteira do estudante, passando um único cartão a ser válido para vários tipos de serviços.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search