08/10/2009

Companhias aéreas criam novas taxas


A crise económica mundial que afectou gravemente o sector da aviação civil está a provocar mudanças nos serviços prestados pelos diferentes operadores aéreos. Se umas optam pelo congelamento salarial como a TAP, ou pelos despedimentos como a British, existem outras que pensam em taxar o uso dos serviços mais elementares.
A Ryanair por exemplo, está a pensar em taxar as idas à casa de banho. Sendo que, o cliente terá de desembolsar cerca de 1£ para o seu uso.
A Iberia vai cobrar cerca de 15€ pelo transporte de bagagem mesmo que, o passageiro se faça acompanhar apenas de uma mala, e que nunca poderá ultrapassar os 10 kg.
O mesmo procedimento já existe na maíoria dos operadores low-cost. A easyJet cobra cerca de 11€ por mala no porão com limite de 20 kg, e a Ryanair cobra 15€ por mala com peso máximo de 15 kg.
No entanto, nos voos para fora do continente europeu, os passageiros continuarão a dispor de transporte de bagagem gratuita até aos 23 kg.
Estas regras esbarram com a legislação comunitária. Contudo, os operadores alegam recorrendo à referida legislação e que, esta é dúbia e que, o transporte de passageiros é independente do transporte de bagagem.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search