18/07/2017

Câmara de Matosinhos pretende novo operador de transportes

facebook.com/transportesonline
A Câmara Municipal de Matosinhos vai propor ao Conselho Metropolitano do Porto (CmP) em reunião daquele organismo no próximo dia 28, o lançamento de um concurso para atribuição de licença de transportes para um novo operador rodoviário em substituição da Resende.

Em causa está um incidente com um autocarro daquele operador privado na semana passada, a que se junta a outros ocorridos recentemente. O mais grave ocorreu no ano passado, e provocou uma vitima  mortal. Uma inspeção do IMT realizada há alguns meses determinou a apreensão de documentos de 9 viaturas. A Resende tinha uma licença provisória para operar até final de 2017, mas pós estes episódios, a Câmara matosinhense determinou antecipar com efeitos imediatos, e por motivos de segurança pública, o lançamento de um concurso para atribuição de licença de transportes a um novo operador, que pode substituir integralmente, ou em parte a operação das linhas da Resende que cobrem 60% do concelho (o restante é operado essencialmente pela STCP), já que aquele operador, no entender da edilidade matosinhense, nada fez nenhum investimento em matéria de condições de segurança e aquisição de viaturas.

*Ao abrigo da atual lei as entidades competentes têm de emitir novas licenças de operação para os operadores rodoviários até ao final de 2019. A Resende tem uma licença até ao final de 2017 devido aos incidentes ocorridos com as suas viaturas.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search