25/08/2010

STCP comemora 140 anos

Foi a 25 de Agosto de 1870 que o Barão da Trovisqueira obteve autorização régia para a primeira concessão de transporte na cidade do Porto.
A ligação entre Miragaia e Matosinhos passando por Massarelos e pela Foz era feita pelos então designados "carros americanos": pequenas carroças puxadas por cavalos assentes em carris serviriam para transportar pessoas (normalmente membros das famílias mais endinheiradas) e mercadorias. Estando assentes em carris era à época um meio de transporte mais confortável pois, não era sentida a habitual trepidação dos pavimentos em péssimo estado.
Em 1878 por autorização camarária começa a tracção a vapor que dura até 1914. No entanto, com a electrificação a partir de 1892 a tracção animal e a locomoção a vapor deram lugar às primeiras experiências de tracção eléctrica, uma novidade para a época, passando então, a ser conhecidos como "eléctricos" designação aliás, que ainda hoje se mantém.
Muitos destes veículos foram construídos nas instalações da empresa então designada "Companhia Carris de Ferro do Porto". Hoje, alguns dos veículos eléctricos que circulam na cidade foram integralmente recuperados pela STCP nas suas oficinas, mantendo a traça original.
A Companhia de Carris de Ferro do Porto como assim foi designada até 1946, enfrentou a concorrência de outras empresas que na altura obtiveram a concessão para explorar outras linhas, mas a história haveria de uni-las dando lugar à STCP (Serviço de Transportes Colectivos do Porto hoje Sociedade de Transportes Colectivos do Porto).
Pioneira, a STCP tendo em conta as necessidades da sociedade de então, adoptaria um novo meio de transporte: o autocarro. Corria o ano de 1948, o autocarro viria a tornar cada vez mais popular e o principal meio de mobilidade dos cidadãos, em detrimento do eléctrico, que ano após ano viria a perder popularidade, sendo diminuídos o número de linhas, levando quase ao seu desaparecimento.
Hoje existem três linhas activas que ligam o Infante, Massarelos ao Passeio Alegre, e Massarelos à Cordoaria e Batalha, esta última recuperada recentemente.
Em 1959 mais uma vez pioneira, a STCP introduz o troleicarro que iria perdurar até 1997.
O esforço da empresa foi ao longo da sua história servir as populações dotando-se das ferramentas e acessórios que conferiram à STCP ser uma verdadeira referência na escola do transporte público.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search