27/11/2014

Câmara do Porto desiste da concessão à STCP

youtube.com/ipsisnet
A Câmara Municipal do Porto não vai concorrer à subconcessão de exploração da rede da STCP. A edilidade alega que de acordo com o Caderno de Encargos apresentado para a exploração da operadora portuense, a Câmara não dispõe de condições financeiras para a sua exploração.

De acordo com estudos encomendados pela autarquia portuense, para a exploração da STCP ser rentável, o subconcessionário teria de despedir funcionários, baixar salários e reduzir a oferta. Ora, a Câmara que tem sido critica em relação à forma como tem sido conduzido o processo de subconcessão, diz que não tem recursos suficientes para explorar a operação da empresa já que não pretende reduzir a oferta, nem despedir funcionários.
Recorde-se que a Câmara do Porto admitiu concorrer à subconcessão da STCP juntamente com outras autarquias abrangidas pela exploração da STCP, e ainda por operadores privados. Até 8 Dezembro, os interessados poderão apresentar propostas para a subconcessão da STCP e Metro do Porto.

Também a Vimeca que levantou o Caderno de Encargos já fez saber que não vai concorrer à subconcessão por considerar a operação seria deficitária.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search