CP reforça oferta a partir de dia 13. ► Nova rede de transportes de Cascais.OBRIGATÓRIO USO DE MÁSCARA NOS TRANSPORTES PÚBLICOS.

11/10/2017

Barraqueiro ganha subconcessão do Metro do Porto

facebook.com/transportesonline
O Grupo Barraqueiro ganhou o contrato de subconcessão do Metro do Porto para um período de 7 anos, a iniciar em Abril de 2018.

A Barraqueiro que é o atual concessionário do Metro do Porto através do consórcio ViaPorto, ganhou o concurso público internacional lançado a 23 de Junho para um período de 7 anos, a terminar em 31 de Março de 2025. O preço base da operação é de 221 milhões de euros, sendo que o preço mais baixo era o único critério de adjudicação.
Ao contrário dos contratos anteriores, o subconcessionário terá agora mais obrigações que passa pela manutenção do material circulante, sistema de bilhética e sistemas técnicos como elevadores e escadas rolantes. A expansão do Metro do Porto a Vila d’Este e a nova linha rosa já está incluída no contrato.
Em segundo lugar ficou o consórcio Mota Engil/MGC Transportes (Mota Engil faz parte do atual consórcio que opera o Metro juntamente com a Barraqueiro), e em terceiro lugar a espanhola Avanza. Concorreram ainda a Transdev que operou o Metro entre 2002 e 2010 e que venceu o concurso lançado pelo anterior governo e entretanto anulado pelo atual executivo, e ainda a Neopul e a DST - Domingos Silva Teixeira.
O contrato de subconcessão terá ainda de ser validado pelo Tribunal de Contas, o que deverá ocorrer até ao final do ano.

Atualização!

A Metro do Porto confirmou hoje o Grupo Barraqueiro como vencedor por um preço de 204,3 mihões, 297 mil euros abaixo da proposta da Mota Engil/MGC Transportes que apresentou uma proposta para gerir o Metro nos próximos 7 anos por 204,7 milhões de euros.

Noticia atualizada às 18:30h de dia 17 Outubro 2017


Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search