STCP com oferta a 100% aos fins-de-semana.OBRIGATÓRIO USO DE MÁSCARA NOS TRANSPORTES PÚBLICOS.

20/12/2012

Governo trava venda da TAP

O Governo decidiu hoje em Conselho de Ministros adiar a privatização da TAP por não estarem garantidas as condições bancárias da única proposta de aquisição entregue, do empresário Gérman Efromovich dono da Avianca.

O Governo anunciou que chumbou a venda da TAP por não estarem reunidos todas as condições para a venda da companhia de bandeira nacional, devido à falta de garantias bancárias, revelando que todas as restantes condições constantes do Caderno de Encargos foram respeitados, nomeadamente as referentes à estratégia de expansão da TAP.
Recorde-se que a Synergy de  Gérman Efromovich comprometia-se a pagar 1500 milhões de euros da divida da TAP, e investir cerca de 300 milhões na recapitalização da empresa que tem neste momento 400 milhões de euros de capitais próprios negativos, e cerca de 2200 milhões de euros de passivo. Para o Estado sobravam 35 milhões, mas o Governo acabou por chumbar por não existirem garantias bancárias relativamente a 25 milhões de euros.
O Governo diz que não encerra aqui o processo de privatização, mas o mesmo só deverá ocorrer quando estiverem reunidas as condições para lançar um novo concurso. Alguns especialistas apontam 2014 como mais provável para reiniciar a operação. 

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search