STCP com oferta a 100% aos fins-de-semana.OBRIGATÓRIO USO DE MÁSCARA NOS TRANSPORTES PÚBLICOS.

22/11/2010

Greve geral: empresas privadas e municipais poderão sofrer alterações

O dia da greve geral poderá originar algumas perturbações nos serviços de transportes.
É de conhecimento público que, Carris, STCP, Metro de Lisboa e Transtejo não terão serviços mínimos pelo que, o funcionamento destes serviços depende do número de trabalhadores que aderir à greve.
A CP e a Soflusa por seu turno, terão serviços minimos sobretudo em horas de ponta.
No que diz respeito às empresas municipais de transportes, e operadores privados, será difícil quantificar o nível de adesão dos trabalhadores à greve, e se os serviços serão afectados. Por isso, Transportes Urbanos de Braga, Coimbra, Transportes Sul do Tejo, Rodoviária de Lisboa, Transportes Colectivos do Barreiro, MoveAveiro, Vimeca, ou Scotturb, para citar alguns exemplos, é expectável que venham a suprimir alguns serviços em função da greve.

Por sua vez no sector aéreo serão cancelados os cinco voos diários da Air France entre Portugal e França, a Sata prevê reduzir fortemente as ligações para o Continente, e inter-ilhas. A Tap irá cancelar a maioria dos voos de médio curso, e ainda algumas ligações de longo curso.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search