STCP com oferta a 100% aos fins-de-semana.OBRIGATÓRIO USO DE MÁSCARA NOS TRANSPORTES PÚBLICOS.

27/08/2014

Barraqueiro autoexclui-se da corrida aos transportes do Porto

youtube.com/ipsisnet
veículo eurotram do Metro do Porto
A Barraqueiro anúncia que não irá concorrer à subconcessão dos transportes do Porto. O grupo empresarial que detém várias empresas de transporte, sendo o atual concessionário do Metro do Porto, diz que não irá apresentar proposta para a subconcessão da operação da STCP e do Metro do Porto por considerar que as obrigações que o concessionário estará obrigado originará perda de receita.
Um dos pontos a que o futuro concessionário estará obrigado, é o de investir na renovação da frota, sendo que não irá receber qualquer valor compensatório do Orçamento de Estado para assegurar o serviço público a que estará obrigado.
A Barraqueiro considera que os proveitos não chegam para cobrir os custos operacionais, autoexcluindo-se de apresentar uma proposta para a subconcessão das empresas.
Até à data levantaram o caderno de encargos, a Câmara Municipal do Porto, a Vimeca, Transdev e Arriva. A Valpi, Gondomarense, Maia Transportes, Resende, Espírito Santo, e a francesa RATP ponderam levantar o caderno de encargos.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search