21/02/2010

Mudanças nos bilhetes dos comboios em breve

A CP vai implementar um sistema de bilhética sem contacto em toda a rede de comboios urbanos do Grande Porto, com mais de 20 milhões de utentes, o que vai finalmente dar utilidade às 60 máquinas de venda de bilhetes paradas há quase três anos.

Segundo disse ao JN fonte da CP, as alterações ao sistema de bilhética serão introduzidas "em breve", mas não há ainda data marcada. A reforma implica o abandono do papel tradicional, tornando os bilhetes passíveis de serem carregados num cartão para leitura óptica, à semelhança do Andante (que também é usado na rede de Urbanos do Porto, mas não em toda a extensão das linhas). A bilhética sem contacto já é utilizada em linhas dos comboios urbanos de Lisboa.

A empresa previa pôr a funcionar as máquinas - instaladas nas estações e apeadeiros da linha de urbanos do Porto desde Março de 2008 - até ao final do ano passado. Todavia, os equipamentos nunca chegaram a funcionar, foram-se degradando e muitos deles foram vandalizados.

"As máquinas de venda automática que se encontravam vandalizadas/degradadas no final do ano passado foram todas recuperadas com vista à sua entrada em produção, o que não invalida que entretanto tenha ocorrido algum caso pontual de vandalismo", admitiu fonte da CP.

A instalação das máquinas de venda automática de bilhetes CP e Andante estiveram incluídas num investimento de 10 milhões de euros, que abrangeu outros equipamentos dos Transportes Intermodais do Porto (TIP).

Segundo fonte da CP, o software das máquinas está pronto e estão em curso acções de formação do pessoal técnico de manutenção e de apoio à operação. Está ainda a ser preparada uma campanha de comunicação ao cliente sobre as alterações ao sistema de bilhética. Em Lisboa, há dois cartões que podem ser carregados como passes ou, tal como o Andante, com pacotes de viagens.

in: jn.sapo.pt secção "Porto" de 21 Fev/10

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search