STCP com oferta a 100% aos fins-de-semana.OBRIGATÓRIO USO DE MÁSCARA NOS TRANSPORTES PÚBLICOS.

14/02/2011

Novo consórcio promete revolucionar mobilidade

O Instituto Pedro Nunes (IPN), a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC) e a Meticube– Sistemas de Informação, Comunicação e Multimédia são os líderes de um projecto que pretende revolucionar a mobilidade urbana. Denominado “TICE.Mobilidade – Sistema de Mobilidade Centrado no Utilizador”, pretende colocar no mercado, no prazo de três anos, «produtos tão diversos como sistemas de mobilidade em veículos autónomos, bike-sharing (através de tecnologia que permite, p. ex., a localização, reserva e pagamento de forma simples, bem como o bloqueio e a localização da bicicleta em qualquer momento e qualquer lugar), informação contextualizada no interior dos veículos, eficiência energética, planeamento da rota e meios de transporte e geração de mapas da actividade urbana em tempo real», revela a FCTUC em comunicado.

Isto porque, o projecto visa a “criação de serviços que cativem o cidadão para a utilização dos meios de transporte públicos e dos denominados meios suaves e complementares de transporte (ex., a pé, de bicicleta ou por partilha de veículos eléctricos)”, afirma Carlos Bento, investigador da FCTUC. De acordo com este responsável, é necessário tornar os transportes mais atractivos: "os sistemas têm de oferecer vantagens concretas que garantam rapidez, segurança e conforto para que o tempo psicológico da viagem seja inferior ao tempo físico”, o que só é possível “através de serviços de informação personalizada, disponibilizados nos veículos, de forma a tornar a viagem mais agradável, pelo uso de tecnologias ubíquas e de realidade aumentada com acesso a informação contextualizada pelo local onde o veículo circula e pelo perfil maioritário dos utilizadores em cada momento da viagem”.
O projecto conta ainda com os contributos de 46 parceiros, entre os quais se destacam as Câmaras Municipais de Coimbra e Guimarães, o Metro do Porto, o Centro para a Excelência e Inovação na Indústria Automóvel (CEIA), o Instituto de Telecomunicações e a Carris. Com um orçamento global de seis milhões de euros, o projecto “TICE.Mobilidade” é financiado em 80 por cento pelo Quadro de Referência Estratégico Nacional – QREN.

in: http://www.transportesemrevista.com/ de 14 Fev/11

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search