15/06/2009

Modernização da linha de Cascais em marcha

A Refer lançou os primeiros dois concursos internacionais do Plano de Modernização da Linha de Cascais, um projecto que tem como objectivo aumentar os parâmetros de “segurança, qualidade e fiabilidade da exploração ferroviária de modo a tornar o serviço mais atractivo”, assim como garantir “a futura interoperabilidade desta linha com a restante rede ferroviária nacional”, revela a Refer.
Os dois concursos em causa referem-se ao sistema de controlo / comando da sinalização e a requalificação das estações. O primeiro prevê a adjudicação do sistema de controlo/comando e sinalização para a gestão integrada da circulação na Linha de Cascais, com base na especificação ERTMS (European Rail Traffic Management System). De acordo com a gestora das infra-estruturas ferroviárias “trata-se da primeira aplicação do sistema ERTMS em Portugal, com controlo de velocidade baseado no ETCS (European Train Control System) nível 1, o que permitirá substituir todas as infra-estruturas de sinalização, controlo de velocidade e telecomunicações actualmente existentes naquela linha, um passo tecnológico decisivo para garantir a interoperabilidade técnica e operacional da rede ferroviária nacional no espaço europeu”. Este sistema deverá estar operacional em 2012 e significará um investimento de 45 milhões de euros, que inclui a manutenção do sistema por um período de 23 anos. Já o concurso para a remodelação/requalificação de estações e apeadeiros prevê, segundo a Refer, “a intervenção nos edifícios e plataformas de passageiros, coberturas, abrigos, pavimentos, acessibilidades para pessoas de mobilidade reduzida, interfaces e restantes espaços e serviços de apoio ao passageiro, através de um conceito base que assentará na dignificação do serviço ferroviário, mediante intervenções que acautelem níveis de qualidade, conforto e segurança compatíveis com a implantação desta importante infra-estrutura, sem prejuízo de procurar assegurar a racionalização do investimento e da sua futura manutenção”. As obras deverão decorrer entre 2011 e 2014.

in: www.transportesemrevista.com de 15 Jun/09

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search