15/05/2007

Bilhética da Carris responde eneficientemente


A Carris apresentou o seu novo sistema de bilhética sem contacto a 1 de Janeiro de 2004, como forma de conhecer melhor os seus utentes, facilitar a validação, adequar a oferta à procura, e poder futuramente repartir as receitas dos diferentes operadores da Área Metropolitana de Lisboa integradas na OTLIS-ACE, estrutura que agrega os diferentes operadores desta região. No entanto, a validação dos títulos "Lisboa Viva" e "7 Colinas" nos validadores instalados a bordo das viaturas, demonstra-se problemática na medida em que o processo de validação é lento em comparação com sistemas semelhantes, tem dificuldades na leitura de alguns cartões em virtude destes apresentarem também alguns problemas.
Note-se ainda o facto, da maior parte dos motoristas negligenciarem os passageiros que de forma matreira embarcam nos veiculos com o titulo inválido, deixando a empresa de ter pleno conhecimento do número exacto dos passageiros que transporta, distorcendo a verdade e consequentemente, todos os esforços na repartição de receitas, adequação da oferta à procura, entre outras informações úteis.


J.A.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search