09/11/2009

Indra adapta portas do Metropolitano de Lisboa

A Indra é a adaptar as bilheteiras e as portas automáticas do Metropolitano de Lisboa para permitir o acesso dos utilizadores através de telemóvel. Trata-se de um projecto-piloto que está a ser desenvolvido pela OTLIS (Operadores de Transportes da Área Metropolitana de Lisboa) e conta com a colaboração indispensável dos três operadores de comunicações móveis nacionais (Optimus, TMN e Voadafone) e da Oberthur Technologies, empresa fornecedora de cartões Lisboa Viva e de cartões para telemóveis. Uma das adaptações consiste na possibilidade das bilheteiras do Metropolitano de Lisboa venderem os títulos de transporte directamente para “dentro” do telemóvel, com a tecnologia NFC (Near Field Communication) para um cartão SIM, onde são guardados os títulos de transporte. A Indra interveio ainda ao nível das portas automáticas do Metropolitano de Lisboa, procedendo à sua adaptação para se abrirem quando o telemóvel, carregado com o título de transporte válido, é apresentado para validação. Numa segunda fase, o projecto-piloto será alargado a outros operadores de transportes públicos da Área Metropolitana de Lisboa, como a Carris, CP e Transtejo/Soflusa (curiosamente, todos tutelados pelo Estado!).

in: www.transportesemrevista.com de 9 Nov/09

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search