STCP com oferta a 100% aos fins-de-semana.OBRIGATÓRIO USO DE MÁSCARA NOS TRANSPORTES PÚBLICOS.

02/04/2008

Velhos, porcos, e ineficientes!



Velhos, porcos, e ineficientes! Assim poderiamos definir os transportes ferroviários romanos em Itália. Velhos e porcos como testemunha a imagem de uma carruagem da linha "B" de Roma. De facto, todas estas carruagens são velhas, desconfortáveis, sujas, e com uma imagem péssima.
Além do mais, no centro da cidade, onde se desenvolve toda a vida económica, social, educativa e turistica, é servida sómente por duas linhas de metro: a dita linha "A" e "B".
Verdade também que em 2004 a linha "A" foi dotada de novas carruagens, confortáveis, mas não é menos verdade, que continua a faltar uma verdadeira rede de metro que sirva as principais zonas da cidade, e de novos veículos para a linha "B" onde tantos romanos e turistas viajam em condições indignas.
Está tudavia em curso, a construção da linha "C", prevista para 2015 o termo dos trabalhos.
Sem metro, os utentes servem-se dos eléctricos e autocarros. Quanto aos segundo felizmente são novos e confortáveis, ou por outra, desconfortáveis se tivermos em conta qua andam em horas de ponta sobrelotados, pois não existindo metro restam os transportes de superficie, sempre parados nos inúmeros semáforos à entrada dos cruzamentos, e depois, as paragens onde entra mais gente daquela que sai.
Quanto aos eléctrico pode-se dizer o mesmo quanto à lentidão (semáforos, paragens, etc.), andam igualmente sobrelotados: é um calvário. Também os há novos, mas poucos.
Por outro lado, com carris velhos, com falta de formação dos profissionais que os conduzem, é melhor estarem todos muito bem agarrados, ou os desiquilibrios provocados pelos trilhos do eléctrico, fazem-nos cair.
Não posso esquecer também que no metro, o telemóvel não funciona.

J.A.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search