15/07/2008

Autocarros nocturnos com nota positiva em Vila Real

A Corgobus, empresa de transportes urbanos de Vila Real, alargou o horário até à meia noite, bem como aos fins de semana e feriados, aumentando a procura, nomeadamente de trabalhadores e estudantes.

Desde o passado mês de Fevereiro que a Corgobus está a transportar passageiros nas várias linhas, até à meia-noite. Segundo o administrador da empresa, João Queirós, "a linha está actualmente estabilizada e com uma procura crescente".

" Não sei como é que as pessoas faziam antes para se deslocarem, sobretudo no período nocturno e aos domingos e feriados. O sucesso do alargamento do horário ultrapassou todas as nossas expectativas. É notório que o transporte público já faz parte do dia-a-dia dos vilarealenses", afirma João Queirós

Os números oficiais não mentem. Entre as 21 e as 24 horas transportam-se mais de 70 pessoas em cada dia. E ao domingo, ao contrário do que se pensava inicialmente, o sucesso é ainda maior. O administrador da Corgobus acrescenta que "nas noites de domingo, em período lectivo, são transportados no mesmo horário, mais de 130 passageiros". São sobretudo estudantes que regressam a Vila Real, depois de passarem o fim-de-semana com as famílias noutras cidades da região e do país", refere.

Mas também durante o fim-de-semana, aprocura tem sido crescente. "As pessoas utilizam cada vez mais o transporte público para as deslocações ao hospital, ao cemitério ou ao centro comercial. Sem contabilizar os serviços nocturnos, contam-se mais de 500 pessoas, apenas com uma viatura e uma linha", diz João Queirós.

No caso dos sábados, o alargamento ao período da tarde transformou os oito autocarros que circulavam só da parte da manhã a um total de dez autocarros (cinco de manhã e cinco à tarde) ao longo do dia. O crescimento do número de passageiros transportados aumentou, só ao sábado, mais de 55 por cento.

A autarquia de Vila Real comparticipa o serviço em 600 mil euros anuais. O presidente da Câmara, Manuel Martins, não se cansa de reclamar por não existirem apoios do poder central, como acontece com os transportes urbanos de Lisboa e Porto. Ainda recentemente, escreveu ao presidente do Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres, a propósito da fixação pelo governo em 5,83 por cento da percentagem máxima de aumento médio dos preços dos transportes, exigindo apoios idênticos, para as cidades do interior que "ajudem a suportar o aumento sem que sejam onerados os utentes".

No sentido de melhorar o serviço, ainda durante o corrente mês ou em Agosto, serão apresentados mais dois novos autocarros, os menos poluentes no mercado, e com acesso a Pessoas com Mobilidade Reduzida. Ao todo, passam a ser 12 em serviço permanente em cinco linhas diferentes.

Vila Real tem transportes públicos desde Dezembro de 2004. No primeiro ano, o número de passageiros transportados rondou os 800 mil. No segundo ano, passou para um milhão e cem mil, e tem vindo a aumentar anualmente na ordem dos 100 mil por ano. Este ano, a Corgobus espera ultrapassar um milhão e trezentos mil passageiros.

in: www.jn.pt secção "Vila Real" de 14 Jul/08

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search