01/07/2008

Lançado concurso público para o Metro do Mondego

A Metro do Mondego lançou o concurso público internacional para aquisição do material circulante para o Sistema de Mobilidade do Mondego. A opção técnica recaiu na solução “tram-train” que tem como objectivo promover a requalificação do Ramal da Lousã permitindo responder de forma eficiente às necessidades da população urbana, suburbana e regional. De acordo com o caderno de encargos, o tram-train será um veículo eléctrico com tracção monocorrente a 750 V cc e terá características estruturais semelhantes quer no serviço urbano quer no serviço suburbano, mas com adpatações às diferentes necessidades mobilidade da população. Serão veículos modernos, de design atraente e confortáveis, que garantam segurança e fiabilidade nas deslocações. As obras do metro do Mondego, como é conhecido o projecto do sistema de mobilidade debatido há 15 anos para a região de Coimbra, deverão arrancar em 2009 e demorar pelo menos dois anos, prevendo a empresa que os primeiros veículos tram-train comecem a circular em 2011. A Metro Mondego, empresa de capitais exclusivamente públicos, criada em 1994 para resolver o problema do sistema de transportes do Ramal da Lousã - com composições a diesel, já obsoletas – tem como accionistas o Estado (53 por cento), os municípios de Coimbra, Miranda e Lousã (cada um com 14 por cento), além da CP e da REFER, estas com participação minoritária.

in: www.transportesemrevista.com/arquivo_passageiros de 1 Jul/08

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search