22/11/2007

Saudades do troleicarro


Lembro-me ainda criança dos "laranjas" da STCP que passavam à minha porta, de dois andares deslizando pelas linhas eléctrificadas das ruas da cidade, de o tomar para ir para a escola...
Lembro-me ainda de outros estacionados junto à Âlfandega, de um andar apênas!
Lembro-me quando estes deixaram de circular há cerca de quinze anos atrás em algumas linhas da cidade para darem lugar a autocarros standart convencionais dotados de outro conforto.
Recordo no entanto, desses "laranjas" que com o passar dos anos me fazem recuar no tempo e lembrar com saudade o Porto da minha infância.
É com emoção que recordo os velhos troleicarros da STCP, ao encontrar em alguns pontos da Europa, como na última visita a Bucareste, veículos similares, e mesmo exemplares mais recentes, movidos a electricidade. O "eléctrico de pneus" como lhe chamava eu!

Recordam com saudade os cidadãos ao verem os antigos eléctrico voltarem a passar nas ruas da cidade, como aconteceu com a recente implantação da linha 22 na baixa da Invicta. Despertam a atenção dos turistas curiosos de vêr estes velhos veículos.

E o troleicarro?

Vendeu a STCP, a maior parte dos seus veículos para a cidade de Almaty no Cazaquistão onde mantêm ainda hoje em alguns dos casos a côr originária da antiga imagem da empresa portuense: o laranja.
Cedeu a STCP aos transportes de Coimbra (SMTUC) e bem, alguns destes exemplares, possuíndo hoje esta cidade, uma das maiores frotas de troleicarros da Península Ibérica.

E então no Porto?

A STCP pioneira no transporte público em Portugal. Proprietária destes veículos, cedendo-os por vezes de forma gratuita, não se lembrou ainda de implementar numa linha ou duas o antigo troleicarro?!

Muitas congéneres europeias continuam a apostar hoje em dia no troleicarro, tanto no antigo como no moderno, em algumas das suas linhas.

Porque não fáz a STCP o mesmo em relação ao antigo troleicarro, em vez de o ceder?!
Não exigimos novos troleicarros, embora estes fossem benvindos, mas gostavamos de voltar a vêr os "velhinhos", em vez de estarem a apodrecer nas estações de recolha da empresa, ou de vêr o nosso troleicarro a enfrentar as duras condições climatéricas do Cazaquistão.

J.A.

Nota: Para vêr algumas fotografias dos antigos veículos da STCP a operar em Almaty no Cazaquistão, clique no título desta postagem.

foto da postagem: troleicarro da RATB - Bucareste

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search