26/11/2007

TAP recebe hoje primeiro Airbus

Cada aparelho 'A330-200' custa 108 milhões de euros
A TAP recebe hoje em Toulouse, França, na fábrica da Airbus, o primeiro A330-200, de um total de cinco aviões. A cerimónia de entrega do aparelho, que marca o início da renovação da frota de longo curso da companhia aérea portuguesa, está agendada para as 17.45. O novo avião, que será baptizado com o nome do navegador que descobriu a Madeira, Gonçalves Zarco, tem capacidade para transportar 268 passageiros e vai entrar ao serviço dia 5 de Dezembro.

Conforto e alta tecnologia são as palavras de ordem a bordo do novíssimo A330-200, a que se vão juntar mais quatro até Junho de 2008. Destinados a operar no longo curso, estes aparelhos estão equipados para permitir à companhia aumentar a sua eficiência, flexibilização nas operações, bem como o maior conforto das tripulações, além de um ganho a nível de consumo de combustível superior a 25%.

Para o público consumidor, uma das novidades é o sistema eX2, desenvolvido pela Panasonic - é um sistema tecnologicamente avançado que permite aos passageiros das classes Top Executive e Económica seleccionar o seu programa de entretenimento através de um menu interactivo. Os passageiros podem, por exemplo, fazer a escolha de um dos cerca de 20 filmes (séries de TV, ficção ou documentários), um dos jogos ou seleccionar uma música. A TAP é a terceira companhia europeia a oferecer este serviço.

Também as cadeiras que equipam os aparelhos são inovadoras. São cadeiras alemãs Recaro, que na classe Top Executive surgem em azul-escuro e na económica ostentam as cores da TAP. Representam uma revolução ao nível do design e desenvolvimento tecnológico na aviação: os comandos digitais da cadeira permitem adequar e escolher a posição ergonómica ideal a cada situação. Além das seis posições pré-programadas, os seus comandos permitem ainda memorizar as posições preferidas e ajustar individualmente outras funcionalidades.

Neste momento, a TAP já dispõe na sua frota de três aparelhos A330, do modelo anterior e adquiridos no mercado de usados. A frota actual da transportadora nacional é composta por 48 aparelhos, todos Airbus - A330 (3), A340 (4), A319 (17), A320 (15), A312 (3) e seis A310, a que se juntaram os 16 aparelhos da PGA-Portugália.

Os novos aviões A330-200 permitem à TAP servir destinos como São Paulo, Luanda, Maputo e Joanesburgo, que o A310 não opera por falta de autonomia de combustível, tendo de recorrer ao A340. A TAP vai operar os A330-200 até 2013, de acordo com o contrato assinado com a Airbus, começando nesse ano a substituição dos A330 e A340 pelos A350. A troca deverá ter início em Junho de 2013 e terminar em Dezembro de 2015. Nos termos do acordo, a Airbus assegura a retoma dos aparelhos, estabelecendo um valor mínimo de referência.

Quando foi aprovada a renovação da frota, a TAP convidou a Boeing a apresentar propostas. O construtor norte-americano apresentou o seu modelo B787, mais conhecido por Dreamliner. Contudo, diz a TAP, a Boeing só poderia fazer entregas em 2011, não dispondo de aeronaves no período intermedio. O que não sucedeu com a Airbus, que apresentou o A330-200 como solução intermediária até o modelo A350 XWB estar desenvolvido. No total, a TAP colocou uma encomenda de dez A350, com opção de mais cinco.

in: www.dn.pt secção: Economia de 26 Nov/07

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search