10/01/2008

Governo escolhe Alcochete

O primeiro-ministro anunciou, esta quinta-feira, a escolha de Alcochete como a localização do novo aeroporto internacional de Lisboa.

O Chefe do Governo presidiu ao briefing do Conselho de Ministros, numa atitude inédita em reuniões realizadas no edifício da Presidência do Conselho de Ministros.

«O relatório do LNEC diz que a localização do novo aeroporto de Lisboa na zona do Campo de Tiro de Alcochete é aquela que, do ponto de vista técnico e financeiro, se verificou ser globalmente a mais favorável», referiu.

Esta decisão acaba por ser controversa, uma vez que o ministro das Obras Públicas insistia na opção Ota, chegando mesmo a utilizar a célebre expressão que a localização do novo aeroporto na Margem Sul «jamais».

Questionado sobre uma eventual demissão de Mário Lino, na sequência desta decisão, José Sócrates afirmou que o ministro das Obras Públicas tem «todas as condições» para continuar no Governo.

«Não há uma política do Ministério das Obras Públicas. Há apenas uma política do Governo», afirmou José Sócrates.

Confrontado com a possibilidade de protestos da região do Oeste face à opção do Governo de escolher Alcochete em detrimento da Ota, Sócrates sustentou que «um primeiro-ministro que está há mais de dois anos e meio em funções está também preparado para protestos».

De acordo com Sócrates, apesar de o estudo do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) dizer que Alcochete e Ota são ambas localizações viáveis e sustentáveis para o novo aeroporto, o Governo entendeu que a primeira (sobretudo em virtude dos aspectos operacionais) «foi a melhor opção».

«Para ser justo, é preciso dizer que a região da Ota pagou um preço ao longo dos últimos anos. A verdade é que, não apenas este Governo, mas também os anteriores, decidiu-se a localização da Ota para o novo aeroporto, o que teve um impacto nas medidas preventivas que ali foram tomadas», disse.

Por esse motivo, Sócrates disse que o executivo «encontrará uma forma de compensar esses custos, através de um programa que o Ministério das Obras Públicas poderá desenvolver em contacto com os autarcas da região».

«Com esse trabalho, vamos por certo encontrar investimentos públicos que possam minimizar esses custos que foram suportados pela região do Oeste», sublinhou.

A opção do Governo de localizar o novo aeroporto de Lisboa em Alcochete apenas se tornará definitiva após a realização de uma avaliação ambiental estratégica.

in: www.tsf.pt secção Economia de 10 Jan/08

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search