07/09/2007

Governo não contempla empresas municipais de transportes


O Conselho de Ministros reunido quinta-feira passada, não contemplou verbas de atribuição a empresas municipais de serviço de transportes.
Em causa estão as indemnizações compensatórias atribuídas anualmente pelo Estado, para fazer face aos custos de operacionalização do serviço de transportes, cuja receita de bilhética se torna insuficiente.
As empresas municipais que não foram contempladas são: os Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra (SMTUC), Transportes Urbanos de Braga (TUB), Transportes de Aveiro (MoveAveiro), Transportes Colectivos do Barreiro (TCB), e ainda os serviços municipais de transportes dos concelhos de Bragança e Portalegre, cujos autarcas mostraram já o seu desagrado, por serem no seu entender, discriminados face a Lisboa e Porto.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search