19/09/2007

Rio Tinto vence luta pelo autocarro 803

Apartir de amanhã, o Centro de Saúde de Rio Tinto, com cerca de 40 mil utentes, vai finalmente ser servido por uma linha de transportes públicos a 803 da STCP. Esta é uma velha luta da população, que desde a abertura daquela unidade de saúde, em 2005, luta por um acesso directo da STCP. Enquadrado na Semana Europeia da Mobilidade, aquela sociedade transportadora vai assinar, hoje, um protocolo de cooperação com a Administração Regional de Saúde do Norte, (ARS).

Para além de alguns reajustes na rede de autocarros, que passará a servir diversas unidades de saúde, como a de Rio Tinto, a ARS irá divulgar as linhas da STCP. Em contrapartida, os autocarros serão um dos espaços de difusão de campanhas para a saúde pública.

Desde 2005 que os utentes daquela freguesia têm tentado encontrar uma solução, "mas as propostas não tem agradado a todos e só agora foi encontrada uma solução conjunta", disse fonte ligada ao processo.

Traçado alterado

A linha 803 (Boavista/Venda Nova) passará, a partir de amanhã, no centro de saúde, podendo ser uma mais valia para os cerca de 40 mil utentes (aquela unidade de saúde é uma das principais da freguesia e inclui ainda duas unidades familiares).

Já em Janeiro, com a reestruturação da rede da STCP, aquela freguesia viu a oferta ser duplicada, ficando abrangida pela antiga linha 55 ( Bolhão/Baguim) e pela nova 803, mas nenhuma servia o centro de saúde, "apesar dos esforços contínuos". A alteração gerou fortes contestações, uma vez que a freguesia é uma das localidades periféricas do Porto mais dependente da oferta da STCP.

A extinção da carreira 53 e a sua substituição pela 803 determinou que os habitantes façam transbordo na Areosa e junto ao Hospital de S. João,onde podem também optar pela rede de metro e aceder à baixa do Porto. Mas o traçado nunca foi alterado de forma a contemplar o centro de saúde. É agora.


in: www.jn.pt secção: Porto 19/SET.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search