STCP com oferta a 100% aos fins-de-semana.OBRIGATÓRIO USO DE MÁSCARA NOS TRANSPORTES PÚBLICOS.

08/09/2007

Horários de Inverno da STCP com mudanças

É já a partir da próxima segunda-feira que a STCP proporciona aos seus utentes novos horários e novos percursos no que diz respeito ás linhas 203, 501, 600 e ZA. Segundo a STCP, o Horário de Inverno “é uma medida que visa adequar os serviços prestados às necessidades de mobilidade resultantes do normal período laboral e do início de mais um ano escolar”. Por essa razão, são quatro as linhas que serão objecto de reforço a partir do dia 10, não só nos dias úteis, mas também durante o fim-de-semana. Ao comparar-se o horário de Verão com o novo horário de Inverno os clientes vão notar que a STCP reforçou a frequência aos dias úteis em 94 por cento, aos sábados em 96 por cento e aos domingos em 90 por cento das linhas. Entretanto, a STCP fez ainda questão de referir, na apresentação, ontem, dos novos horários, que a frequência do serviço nocturno se mantém praticamente inalterada. Assim sendo, durante os dias úteis vai ser melhorada a frequência de 35 linhas, 18 das quais durante todo o dia e os restantes 17 com os seus percursos reforçados somente durante as horas de ponta. Aos sábados, a frequência é incrementada em 12 linhas e ao domingo em nove. A STCP assegura que vai “manter os mesmos carros, mas aumentar o tempo de percurso de cada um”.

Percursos alterados
Paralelamente à introdução dos horários de Inverno, a STCP vai ainda alterar alguns percursos e términos de algumas linhas, de modo a prestar um melhor serviço aos seus utentes. A STCP explica que estas alterações resultam “da permanente análise de procura que tem sido efectuada pela empresa” e “alguns ajustamentos a alterações de trânsito em alguns arruamentos”.
A linha 203 irá ter então duas melhorias: A primeira consiste em penetrar a carreira em pleno Bairro Gomes da Costa e, para além disso, a linha que faz a ligação mais curta entre o Marquês, a Boavista e a Foz, a partir de segunda-feira passa também a ir até ao Castelo do Queijo. Para além destas mudanças, a linha 203 vai ainda estar de serviço sete dias por semana, ou seja, também ao fim-de-semana.
A linha 501 que estabelece a ligação entre as zonas residenciais de Ramalde e Aldoar para a Baixa do Porto e para Matosinhos Sul, além de fazer agora serviço no Bairro da Biquinha, faz ainda a ligação à Escola Secundária Gonçalves Zarco.
A linha 600 é uma linha de elevada frequência que liga em pouco mais de 40 minutos o Centro da Maia à Baixa do Porto. Por esta ser de longe a carreira que tem sido a mais contestada pelos utentes, a STCP decidiu, sem alterar o mercado que serve, melhorar a linha em dois aspectos: Prolongar o percurso até à Rua de Gestalinho, por ser uma zona de densidade populacional elevada, bem no centro da freguesia de Barca, há dois términos com uma localização considerada mais apropriada; no Porto há também alteração dos términos. O término dos Lóios passa então para a Rua Sá da Bandeira, onde os utentes vão “dispor de melhores condições de espera”, refere a STCP. Esta medida surgiu também num pedido feito pela Câmara Municipal do Porto, de modo a se reduzir o número de paragens ao longo da Baixa, para que não condicione o bom funcionamento da zona, quer em termos de turismo, quer em termos da população portuense. E a STCP salienta que com esta medida, “possibilitam melhores condições para a população”.
A linha ZA – Zona Angeiras é outra linha que vai ter novos términos, respectivamente no Freixieiro e vai ainda continuar a rebater na linha 601.

Mudança de términos
Outras linhas que vão sofrer alterações no que toca aos términos são a 800, em o da Rua Sá da Bandeira passa a ser na Rua Alexandre Braga.
A linha 401, que muda o seu términos do Bolhão para a Trindade, mais propriamente para a Rua Heróis Mártires de Angola e ainda a linha 4M, que altera o términos na Maia para a Avenida Visconde Barreiros.

in: www.oprimeirodejaneiro.pt secção: Porto

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Custom Search